BRUMADINHO

Ibama decide multar a Vale por falha no salvamento de animais

A empresa deverá pagar um valor diário de R$ 100 mil até que seja executado de forma integral e satisfatória o plano de salvamento de fauna silvestre e doméstica

Brumadinho, cavalo
Foto: Ibama

O  Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) Ibama aplicou o sexto auto de infração à mineradora Vale, responsável pela catástrofe socioambiental provocada pelo rompimento de barragem de rejeitos em Brumadinho (MG). A empresa deverá pagar multa diária de R$ 100 mil até que seja executado de forma integral e satisfatória o plano de salvamento de fauna silvestre e doméstica, que exige, entre outras medidas, a instalação de hospital de campanha para reabilitação dos animais resgatados e centro para triagem e abrigo.

O Ibama havia determinado por meio de notificação, em 26 de janeiro, que a mineradora iniciasse em até 24 horas a execução do plano de salvamento de fauna e entregasse relatórios diários com informações sobre os animais resgatados.

Em vistorias, agentes ambientais constataram atraso na realização das obras. Os relatórios enviados pela empresa não atendem integralmente as exigências estabelecidas na notificação.

A multa diária, que foi aplicada a partir da sexta-feira, dia 8, exige o cumprimento imediato das determinações com o objetivo de cessar a degradação ambiental. O valor é o máximo previsto para a infração no  que regulamenta a Lei de Crimes Ambientais.

Brumadinho: sacrifício de animais é realizado em casos extremos

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil