MERCADO INTERNACIONAL

Carne bovina: exportação bate recorde para o mês de fevereiro, diz Secex

Foram exportadas 115,5 mil toneladas, 17,37% mais ante as 98,4 mil toneladas de fevereiro do ano passado e avanço de 12,79% ante as 102,4 mil toneladas embarcadas em janeiro último

carne
Foto: AEN-PR/divulgação

As exportações de carne bovina e suína in natura aumentaram em fevereiro, tanto em relação a janeiro de 2019 quanto ante fevereiro do ano passado. No caso da carne de frango, os embarques tiveram desempenho positivo apenas em relação a fevereiro de 2018. Em receita, no entanto, as três proteínas registraram alta.

Em carne bovina in natura foram exportadas 115,5 mil toneladas, 17,37% mais ante as 98,4 mil toneladas de fevereiro do ano passado e avanço de 12,79% ante as 102,4 mil toneladas embarcadas em janeiro último. Trata-se de um recorde para meses de fevereiro, superando o volume atingido em 2007, quando foram enviadas 115,4 mil toneladas da proteína ao exterior.

Os dados foram divulgados nesta sexta, dia 1º, pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia e consideram 20 dias úteis.

Nova call to action

A receita dos embarques de carne bovina in natura somou US$ 433,3 milhões, 10% mais ante os US$ 393,6 milhões obtidos em fevereiro de 2018 e aumento de 12,86% em relação aos US$ 383,9 milhões de janeiro. O preço médio pago pela tonelada, por sua vez, caiu 6,18% ante fevereiro de 2018, para US$ 3.753,20, mas ficou praticamente estável na variação mensal, com leve alta de 0,12%.

As vendas externas de carne suína in natura totalizaram 45,9 mil toneladas, 21,42% acima das 37,8 mil toneladas embarcadas em fevereiro de 2018 e 9,54% maiores ante as 41,9 mil toneladas de janeiro. A receita somou US$ 90,6 milhões, alta de 11,43% ante igual mês do ano passado, de US$ 81,3 milhões, e de 7,85% em relação aos US$ 84 milhões de janeiro.

Já as exportações de carne de frango in natura alcançaram 289,8 mil toneladas, redução de 0,41% menos quando comparada às 291 mil toneladas vendidas em fevereiro de 2018. Na variação mensal, porém, houve crescimento de 11,16% ante as 260,7 mil toneladas registradas em janeiro. O faturamento atingiu US$ 462,1 milhões, 2,66% acima dos US$ 450,1 milhões registrados em igual período de 2018 e alta de 13,39% em relação à receita de US$ 407,5 milhões de janeiro.

Acumulado

Nos dois primeiros meses de 2018, as vendas de carne bovina totalizaram 217,9 mil toneladas, ante 197,8 mil toneladas em igual período do ano passado (+10,16%). Já o faturamento ficou em US$ 817,2 milhões este ano, valor 0,23% menor que os US$ 819,1 milhões obtidos entre janeiro e fevereiro de 2018.

Sobre as vendas externas de carne suína in natura, houve alta de 5,52% no volume acumulado até fevereiro, no comparativo anual, para de 83,2 mil toneladas para 87,8 mil toneladas. Em faturamento, houve recuo de 2,45%, de US$ 179 milhões para US$ 174,6 milhões.

Também no acumulado do ano, as exportações de frango in natura caíram 5,13% em receita, atingindo US$ 869,6 milhões ante US$ 916,7 milhões no primeiro bimestre de 2018. Em volume, a queda foi de 7,75%, ao passar de 596,8 mil toneladas para 550,5 mil toneladas.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Um comentário em “Carne bovina: exportação bate recorde para o mês de fevereiro, diz Secex

css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil