Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Volta da chuva deve elevar negócios no mercado de reposição

APOSTA

Volta da chuva deve elevar negócios no mercado de reposição

Apesar de baixa liquidez no momento, menor disponibilidade de animais é fator que explica firmeza dos preços

08 de outubro de 2019 às 11h27
Por Canal Rural
bezerro

Foto: Plínio Queiroz/ Canal Rural

A volta das chuvas em alguns estados, mesmo ainda não sendo suficiente para mudar o cenário de seca que se arrastou nos últimos meses, tem dado mais firmeza ao mercado de reposição.

Segundo a Scot Consultoria, o volume de negociações, ainda está baixo porque as pastagens seguem com capacidade de suporte limitada. Contudo, conforme o volume de chuvas for ganhando força, com recuperação das pastagens ganhando ritmo, a procura por negócios de reposição deve aumentar.

A empresa ressalta que a pouca disponibilidade de animais na maior parte dos estados analisados é um fator que explica a firmeza do mercado de reposição, mesmo diante da liquidez ainda tímida.

“Vale ressaltar que entramos no último trimestre do ano, quando, sazonalmente, o consumo de carne é maior e as expectativas são de aquecimento nas cotações do boi gordo”, diz a Scot.

Nova call to action

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Volta da chuva deve elevar negócios no mercado de reposição

APOSTA

Volta da chuva deve elevar negócios no mercado de reposição

Apesar de baixa liquidez no momento, menor disponibilidade de animais é fator que explica firmeza dos preços

08 de outubro de 2019 às 11h27
Por Canal Rural
bezerro

Foto: Plínio Queiroz/ Canal Rural

A volta das chuvas em alguns estados, mesmo ainda não sendo suficiente para mudar o cenário de seca que se arrastou nos últimos meses, tem dado mais firmeza ao mercado de reposição.

Segundo a Scot Consultoria, o volume de negociações, ainda está baixo porque as pastagens seguem com capacidade de suporte limitada. Contudo, conforme o volume de chuvas for ganhando força, com recuperação das pastagens ganhando ritmo, a procura por negócios de reposição deve aumentar.

A empresa ressalta que a pouca disponibilidade de animais na maior parte dos estados analisados é um fator que explica a firmeza do mercado de reposição, mesmo diante da liquidez ainda tímida.

“Vale ressaltar que entramos no último trimestre do ano, quando, sazonalmente, o consumo de carne é maior e as expectativas são de aquecimento nas cotações do boi gordo”, diz a Scot.

Nova call to action

Deixe um Comentário





Mais Notícias