Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Preço do boi gordo recua após volume de negócios aumentar na semana anterior

MERCADO PECUÁRIO

Preço do boi gordo recua após volume de negócios aumentar na semana anterior

De acordo com a consultoria Safras&Mercado, até frigoríficos de menor porte se deparam com uma frente satisfatória em suas escalas de abate

16 de julho de 2019 às 07h57
Por Agência Safras
bois boi arroba

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O mercado físico de boi gordo voltou a se reparar com queda nos preços nesta segunda-feira, dia 15. Segundo o analista da consultoria Safras&Mercado Fernando Henrique Iglesias, os frigoríficos voltam a reduzir as compras em balcão após bom volume de negócios registrado na última semana. Mesmo os frigoríficos de menor porte agora se deparam com uma frente satisfatória em suas escalas de abate. 

“Por sua vez, os frigoríficos de maior porte desfrutam de uma posição ainda mais confortável, com a incidência de boi a termo e de outras modalidades de parceria na composição de suas escalas”, aponta.

  • São Paulo: R$ 155, contra R$ 156 do dia anterior
  • Uberaba (MG): R$ 148, contra R$ 149 do dia anterior
  • Dourados (MS): R$ 145, ante R$ 147 a arroba
  • Goiânia (GO): R$ 143, ante R$ 145 por arroba
  • Mato Grosso: R$ 141 a R$ 142
  •  

Atacado 

No atacado, os preços da carne bovina também recuaram no início da semana. Conforme Iglesias, a tendência de curto prazo remete a continuidade deste movimento, avaliando a reposição mais lenta entre atacado e varejo no decorrer da segunda quinzena do mês. 

O corte traseiro recuou R$ 0,10, para R$ 11,10 por quilo. O corte dianteiro teve preço de R$ 9 por quilo, contra R$ 9,05 por quilo. Já a ponta de agulha passou de R$ 8,20 por quilo para R$ 8,15 por quilo.

 

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Preço do boi gordo recua após volume de negócios aumentar na semana anterior

MERCADO PECUÁRIO

Preço do boi gordo recua após volume de negócios aumentar na semana anterior

De acordo com a consultoria Safras&Mercado, até frigoríficos de menor porte se deparam com uma frente satisfatória em suas escalas de abate

16 de julho de 2019 às 07h57
Por Agência Safras
bois boi arroba

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

O mercado físico de boi gordo voltou a se reparar com queda nos preços nesta segunda-feira, dia 15. Segundo o analista da consultoria Safras&Mercado Fernando Henrique Iglesias, os frigoríficos voltam a reduzir as compras em balcão após bom volume de negócios registrado na última semana. Mesmo os frigoríficos de menor porte agora se deparam com uma frente satisfatória em suas escalas de abate. 

“Por sua vez, os frigoríficos de maior porte desfrutam de uma posição ainda mais confortável, com a incidência de boi a termo e de outras modalidades de parceria na composição de suas escalas”, aponta.

  • São Paulo: R$ 155, contra R$ 156 do dia anterior
  • Uberaba (MG): R$ 148, contra R$ 149 do dia anterior
  • Dourados (MS): R$ 145, ante R$ 147 a arroba
  • Goiânia (GO): R$ 143, ante R$ 145 por arroba
  • Mato Grosso: R$ 141 a R$ 142
  •  

Atacado 

No atacado, os preços da carne bovina também recuaram no início da semana. Conforme Iglesias, a tendência de curto prazo remete a continuidade deste movimento, avaliando a reposição mais lenta entre atacado e varejo no decorrer da segunda quinzena do mês. 

O corte traseiro recuou R$ 0,10, para R$ 11,10 por quilo. O corte dianteiro teve preço de R$ 9 por quilo, contra R$ 9,05 por quilo. Já a ponta de agulha passou de R$ 8,20 por quilo para R$ 8,15 por quilo.

 

Deixe um Comentário





Mais Notícias