Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Veja como evitar perda de peso em bovinos durante o transporte

MANTENDO O BOI GORDO

Veja como evitar perda de peso em bovinos durante o transporte

A Scot Consultoria também explica quais cuidados são importantes para diminuir o número de lesões em deslocamentos muito longos

31 de julho de 2019 às 19h46
Por Canal Rural

O modal mais utilizado para transporte de bovinos no Brasil é o rodoviário. Caso as condições no deslocamento da fazenda ao frigorífico sejam inadequadas, os animais podem perder de 8% a 10% de seu peso em viagens que durem mais de oito horas, informa estudo.

A Scot Consultoria recomenda que, para deslocamentos acima de 600 km, o pecuarista deve manter os animais bem alimentados antes do embarque. Além disso, para evitar quedas e contusões, é necessário obedecer as regras de densidade de carga e, se possível, evitar misturar fêmeas e machos no mesmo lote.

O estresse dos animais também deve ser evitado, já que reduz a qualidade da carne. Em casos de viagens longas, é preciso avaliar se vale a pena fazer pausa para descanso. “Apesar da maior perda de peso, especialistas alertam que o número de lesões pode ser menor, diminuindo o impacto na qualidade do produto”, orienta.

1 comentário

  1. Francisco Júlio Macuve em 1 de agosto de 2019 às 23:37

    Gostaria de acrescentar a velocidade que é um dos factores que devemos ter em consideração a qual deve ser de 16km por hora.

Deixe um Comentário





Sorry, we couldn't find any posts. Please try a different search.

Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Veja como evitar perda de peso em bovinos durante o transporte

MANTENDO O BOI GORDO

Veja como evitar perda de peso em bovinos durante o transporte

A Scot Consultoria também explica quais cuidados são importantes para diminuir o número de lesões em deslocamentos muito longos

31 de julho de 2019 às 19h46
Por Canal Rural

O modal mais utilizado para transporte de bovinos no Brasil é o rodoviário. Caso as condições no deslocamento da fazenda ao frigorífico sejam inadequadas, os animais podem perder de 8% a 10% de seu peso em viagens que durem mais de oito horas, informa estudo.

A Scot Consultoria recomenda que, para deslocamentos acima de 600 km, o pecuarista deve manter os animais bem alimentados antes do embarque. Além disso, para evitar quedas e contusões, é necessário obedecer as regras de densidade de carga e, se possível, evitar misturar fêmeas e machos no mesmo lote.

O estresse dos animais também deve ser evitado, já que reduz a qualidade da carne. Em casos de viagens longas, é preciso avaliar se vale a pena fazer pausa para descanso. “Apesar da maior perda de peso, especialistas alertam que o número de lesões pode ser menor, diminuindo o impacto na qualidade do produto”, orienta.

1 comentário

  1. Francisco Júlio Macuve em 1 de agosto de 2019 às 23:37

    Gostaria de acrescentar a velocidade que é um dos factores que devemos ter em consideração a qual deve ser de 16km por hora.

Deixe um Comentário





Mais Notícias

Sorry, we couldn't find any posts. Please try a different search.