Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Pecuarista de Goiás cai em golpe ao vender 260 animais para estelionatário

GADO NELORE

Pecuarista de Goiás cai em golpe ao vender 260 animais para estelionatário

Polícia Civil de São Miguel do Araguaia conseguiu recuperar novilhas e touros de alto padrão genético avaliados em R$ 1,2 milhão; três pessoas foram presas e duas respondem em liberdade

22 de agosto de 2019 às 11h38
Por Francielle Bertolacini, de São Paulo

Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil de São Miguel do Araguaia (GO) recuperou 214 cabeças de gado da raça nelore, entre novilhas e touros de alto padrão genético, em Mato Grosso. Outros 46 animais também foram encontrados Santana do Araguaia (PA). Juntos, os animais são avaliados em aproximadamente R$ 1,2 milhão. 

Fernando Martins, delegado responsável pelo caso, explica que o pecuarista Altamiro Perucinni de Souza, da Fazenda Pezo e um dos maiores criadores de gado da região, sofreu a ação de estelionatários ao realizar a comercialização do gado. 

“Altamiro Perucinni de Souza realizou a venda dos animais e recebeu como pagamento seis cheques que voltaram por insuficiência de fundos, sendo que o pecuarista não conseguiu mais contato com o comprador”. Ele afirma ainda que o estelionatário já praticou atos parecidos em Marabá (PA).

Fazenda Pezo

Pecuarista dono da Fazenda Pezo, em São Miguel do Araguaia (GO), foi vítima da ação de estelionatários –  Foto: Polícia Civil

De acordo com a polícia, duas pessoas foram detidas em Vila Rica (MT) pelo crime de receptação de parte dos animais e um outro indivíduo pelo mesmo crime na cidade de Santana do Araguaia (PA). Já o comprador dos animais e um comparsa respondem por estelionato contra idosos, cuja pena é aplicada em dobro. Eles respondem em liberdade por contribuir com as investigações ao indicar a localização do gado.

Nesta quinta-feira, 22, a polícia realizou o transporte dos 46 animais que estavam no Pará e aguardavam liberação da Guia de Trânsito Animal (GTA). As outras 214 cabeças de gado já foram entregues ao dono.

Veja imagens da ação dos policiais:

Nova call to action

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Pecuarista de Goiás cai em golpe ao vender 260 animais para estelionatário

GADO NELORE

Pecuarista de Goiás cai em golpe ao vender 260 animais para estelionatário

Polícia Civil de São Miguel do Araguaia conseguiu recuperar novilhas e touros de alto padrão genético avaliados em R$ 1,2 milhão; três pessoas foram presas e duas respondem em liberdade

22 de agosto de 2019 às 11h38
Por Francielle Bertolacini, de São Paulo

Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil de São Miguel do Araguaia (GO) recuperou 214 cabeças de gado da raça nelore, entre novilhas e touros de alto padrão genético, em Mato Grosso. Outros 46 animais também foram encontrados Santana do Araguaia (PA). Juntos, os animais são avaliados em aproximadamente R$ 1,2 milhão. 

Fernando Martins, delegado responsável pelo caso, explica que o pecuarista Altamiro Perucinni de Souza, da Fazenda Pezo e um dos maiores criadores de gado da região, sofreu a ação de estelionatários ao realizar a comercialização do gado. 

“Altamiro Perucinni de Souza realizou a venda dos animais e recebeu como pagamento seis cheques que voltaram por insuficiência de fundos, sendo que o pecuarista não conseguiu mais contato com o comprador”. Ele afirma ainda que o estelionatário já praticou atos parecidos em Marabá (PA).

Fazenda Pezo

Pecuarista dono da Fazenda Pezo, em São Miguel do Araguaia (GO), foi vítima da ação de estelionatários –  Foto: Polícia Civil

De acordo com a polícia, duas pessoas foram detidas em Vila Rica (MT) pelo crime de receptação de parte dos animais e um outro indivíduo pelo mesmo crime na cidade de Santana do Araguaia (PA). Já o comprador dos animais e um comparsa respondem por estelionato contra idosos, cuja pena é aplicada em dobro. Eles respondem em liberdade por contribuir com as investigações ao indicar a localização do gado.

Nesta quinta-feira, 22, a polícia realizou o transporte dos 46 animais que estavam no Pará e aguardavam liberação da Guia de Trânsito Animal (GTA). As outras 214 cabeças de gado já foram entregues ao dono.

Veja imagens da ação dos policiais:

Nova call to action

Deixe um Comentário





Mais Notícias