Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Boi gordo: frigoríficos pagam R$ 2 a mais para atender mercado chinês

QUALIDADE DA CARNE

Boi gordo: frigoríficos pagam R$ 2 a mais para atender mercado chinês

De acordo com a Scot Consultoria, as expectativas são positivas para maio, com bom volume exportado pelo Brasil de carne bovina in natura

20 de maio de 2019 às 09h09
Por Canal Rural

Oferta regulada e demanda externa têm sustentado cotação da arroba de boi gordo. Foto: Madson Maranhão/ Seagro-TO

A oferta de animais regulada e a demanda externa por carne bovina aquecida têm sustentado as cotações da arroba do boi gordo. De acordo com a Scot Consultoria, alguns frigoríficos, inclusive, estão ofertando até R$ 2 a mais por arroba para bovinos que atendam critérios de qualidade para embarques para o mercado chinês.

A consultoria ressalta que as expectativas são positivas para maio, pois se as exportações continuarem no mesmo ritmo, é possível que a venda de carne bovina in natura para o mercado internacional registre o maior volume desde setembro do ano passado.

“Para esta segunda metade do mês, este pode ser um fator de sustentação das cotações da arroba”, diz a Scot.

As exportações de carne bovina in natura do Brasil nos sete primeiros dias úteis atingiram 47,9 mil toneladas. A médio diária é de 6,8 mil toneladas. Segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), o volume diário embarcado subiu 30,7% em relação a abril. Na comparação com o mesmo período de 2018, houve alta de 58,5% na quantidade média diária.

Na última sexta-feira, dia 17, quando normalmente os compradores  de retraem, a grande maioria dos frigoríficos estava ativa nas negociações em São Paulo. Apesar disso, o mercado continuou estável já que as escalas estão confortáveis, com cerca de quatro dias.

“Existiram tentativas de compra abaixo da referência, mas os negócios neste patamar não se concretizam. Ou seja, não está fácil para o frigorífico impor uma pressão de baixa no mercado”, afirmou.

Nova call to action

8 comentários

  1. […] Source link […]

  2. […] A Scot consultoria ressalta que as expectativas são positivas para maio, com bom volume exportado de carne bovina in natura do BrasilArtigo Completo […]

  3. Peterson em 21 de maio de 2019 às 06:05

    Isso é ótimo para venda ao mercado externo, mas esta fomentando o preço do mercado interno, dianteiro chegando a preços elevados.

  4. Marcelo Roberto Vieira de Mattos Ruoppoli em 21 de maio de 2019 às 09:06

    Bom dia.
    Nós produtores rurais deveríamos nos unir e montar uma cooperativa da carne e nós exportamos direto nosso produto, deixando esses mercenários donos de frigorífico na mão.
    O problema é que nós produtores rurais não nos unimos, não estou falando de sindicatos rurais .
    Abraço

  5. […] Boi gordo: frigoríficos pagam R$ 2 a mais para atender mercado chinês  Canal Rural […]

  6. Fábio de carvalho xavier em 26 de maio de 2019 às 13:12

    Muito legal esse tipo de coisa

  7. Jurandir de Nápoles em 27 de maio de 2019 às 15:22

    Muito bom isso do boi gordo isso para China com preços acima da média de 2018.Mas pergunto:Porque a carne está tão cara no Brasil?O que está acontecendo?Um abraço à todos.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Boi gordo: frigoríficos pagam R$ 2 a mais para atender mercado chinês

QUALIDADE DA CARNE

Boi gordo: frigoríficos pagam R$ 2 a mais para atender mercado chinês

De acordo com a Scot Consultoria, as expectativas são positivas para maio, com bom volume exportado pelo Brasil de carne bovina in natura

20 de maio de 2019 às 09h09
Por Canal Rural

Oferta regulada e demanda externa têm sustentado cotação da arroba de boi gordo. Foto: Madson Maranhão/ Seagro-TO

A oferta de animais regulada e a demanda externa por carne bovina aquecida têm sustentado as cotações da arroba do boi gordo. De acordo com a Scot Consultoria, alguns frigoríficos, inclusive, estão ofertando até R$ 2 a mais por arroba para bovinos que atendam critérios de qualidade para embarques para o mercado chinês.

A consultoria ressalta que as expectativas são positivas para maio, pois se as exportações continuarem no mesmo ritmo, é possível que a venda de carne bovina in natura para o mercado internacional registre o maior volume desde setembro do ano passado.

“Para esta segunda metade do mês, este pode ser um fator de sustentação das cotações da arroba”, diz a Scot.

As exportações de carne bovina in natura do Brasil nos sete primeiros dias úteis atingiram 47,9 mil toneladas. A médio diária é de 6,8 mil toneladas. Segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), o volume diário embarcado subiu 30,7% em relação a abril. Na comparação com o mesmo período de 2018, houve alta de 58,5% na quantidade média diária.

Na última sexta-feira, dia 17, quando normalmente os compradores  de retraem, a grande maioria dos frigoríficos estava ativa nas negociações em São Paulo. Apesar disso, o mercado continuou estável já que as escalas estão confortáveis, com cerca de quatro dias.

“Existiram tentativas de compra abaixo da referência, mas os negócios neste patamar não se concretizam. Ou seja, não está fácil para o frigorífico impor uma pressão de baixa no mercado”, afirmou.

Nova call to action

8 comentários

  1. […] Source link […]

  2. […] A Scot consultoria ressalta que as expectativas são positivas para maio, com bom volume exportado de carne bovina in natura do BrasilArtigo Completo […]

  3. Peterson em 21 de maio de 2019 às 06:05

    Isso é ótimo para venda ao mercado externo, mas esta fomentando o preço do mercado interno, dianteiro chegando a preços elevados.

  4. Marcelo Roberto Vieira de Mattos Ruoppoli em 21 de maio de 2019 às 09:06

    Bom dia.
    Nós produtores rurais deveríamos nos unir e montar uma cooperativa da carne e nós exportamos direto nosso produto, deixando esses mercenários donos de frigorífico na mão.
    O problema é que nós produtores rurais não nos unimos, não estou falando de sindicatos rurais .
    Abraço

  5. […] Boi gordo: frigoríficos pagam R$ 2 a mais para atender mercado chinês  Canal Rural […]

  6. Fábio de carvalho xavier em 26 de maio de 2019 às 13:12

    Muito legal esse tipo de coisa

  7. Jurandir de Nápoles em 27 de maio de 2019 às 15:22

    Muito bom isso do boi gordo isso para China com preços acima da média de 2018.Mas pergunto:Porque a carne está tão cara no Brasil?O que está acontecendo?Um abraço à todos.

Deixe um Comentário





Mais Notícias