Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Aftosa: auditoria para retirada de vacina no RS será feita em setembro

ALINHANDO

Aftosa: auditoria para retirada de vacina no RS será feita em setembro

Representantes da Secretaria de Agricultura, Fundesa e do parlamento participaram da audiência pública sobre o tema nesta quinta, dia 11

11 de julho de 2019 às 19h04
Por Bruna Essig, de Porto Alegre (RS)
bovino sendo vacinado contra febre aftosa

Foto: Ministério da Agricultura

A pecuária do Rio Grande do Sul aguarda a auditoria do Ministério da Agricultura, que deve acontecer na primeira semana de setembro, para verificar se o estado tem condições de retirar a vacina contra a febre aftosa. A última averiguação aconteceu em novembro de 2017 e apontou 32 inconformidades, entre questões técnicas e administrativas.

De acordo com o diretor do Departamento de Defesa Agropecuária da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) e coordenador técnico da Câmara Setorial da Carne Bovina, Antônio Carlos de Quadros Ferreira Neto, a maioria dos pontos avaliados naquele ano já foi solucionada ou está em vias de solução.

Em audiência pública nesta quinta, dia 11, a chefe da divisão de Defesa Sanitária Animal da SEAPDR, Rosane Collares, mostrou que os técnicos da pasta estão em constante capacitação e houve uma série de melhorias na estrutura do órgão.

O presidente do Fundo de Desenvolvimento e Defesa do Saneamento Animal (Fundesa), Rogério Kerber, falou sobre a evolução das condições de trabalho do serviço veterinário oficial e os investimentos realizados pelo fundo em várias frentes. 

Segundo o deputado Rodrigo Lorenzoni, que propôs a audiência, ficou definido que após a auditoria do ministério será proposta uma nova audiência pública, “com o objetivo de conhecer e entender o próximo passo”.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Pecuária » Boi » Aftosa: auditoria para retirada de vacina no RS será feita em setembro

ALINHANDO

Aftosa: auditoria para retirada de vacina no RS será feita em setembro

Representantes da Secretaria de Agricultura, Fundesa e do parlamento participaram da audiência pública sobre o tema nesta quinta, dia 11

11 de julho de 2019 às 19h04
Por Bruna Essig, de Porto Alegre (RS)
bovino sendo vacinado contra febre aftosa

Foto: Ministério da Agricultura

A pecuária do Rio Grande do Sul aguarda a auditoria do Ministério da Agricultura, que deve acontecer na primeira semana de setembro, para verificar se o estado tem condições de retirar a vacina contra a febre aftosa. A última averiguação aconteceu em novembro de 2017 e apontou 32 inconformidades, entre questões técnicas e administrativas.

De acordo com o diretor do Departamento de Defesa Agropecuária da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) e coordenador técnico da Câmara Setorial da Carne Bovina, Antônio Carlos de Quadros Ferreira Neto, a maioria dos pontos avaliados naquele ano já foi solucionada ou está em vias de solução.

Em audiência pública nesta quinta, dia 11, a chefe da divisão de Defesa Sanitária Animal da SEAPDR, Rosane Collares, mostrou que os técnicos da pasta estão em constante capacitação e houve uma série de melhorias na estrutura do órgão.

O presidente do Fundo de Desenvolvimento e Defesa do Saneamento Animal (Fundesa), Rogério Kerber, falou sobre a evolução das condições de trabalho do serviço veterinário oficial e os investimentos realizados pelo fundo em várias frentes. 

Segundo o deputado Rodrigo Lorenzoni, que propôs a audiência, ficou definido que após a auditoria do ministério será proposta uma nova audiência pública, “com o objetivo de conhecer e entender o próximo passo”.

Deixe um Comentário





Mais Notícias