Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Negociações com EUA podem ter um resultado positivo, afirma a China

GUERRA COMERCIAL

Negociações com EUA podem ter um resultado positivo, afirma a China

O presidente Donald Trump, revelou que conversou ao telefone com o presidente chinês, Xi Jinping, e confirmou a reunião entre eles na próxima semana

19 de junho de 2019 às 10h25
Por Agência Safras
China, EUA, comércio internacional, soja

Foto: Pixabay/montagem Canal Rural

A China disse que resultados positivos podem ser alcançados por meio das negociações comerciais com os Estados
Unidos, disse o porta-vos do ministério de Relações Exteriores chinês, Lu Kang, em coletiva de imprensa regular.

Ao ser questionado se a China está otimista sobre as conversas sino-americanas, Lu disse que não pode julgar, mas que a história de 40 anos de relações diplomáticas entre os dois países provou repetidamente que as diferenças econômicas e comerciais podem ser resolvidas com diálogo.

“No entanto, o diálogo e a consulta devem basear-se no respeito mútuo, na igualdade e no benefício mútuo. Se ambos os lados puderem seguir essa atitude, o resultado será definitivamente positivo”, de acordo com o porta-voz.

Nesta terça-feira, dia 18, o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que conversou ao telefone com o presidente chinês, Xi Jinping, e confirmou a reunião entre eles na próxima semana no Japão, durante o G-20.

Lu afirmou que, no telefonema, Xi expressou sua vontade de se reunir com Trump para “trocar pontos de vista sobre questões fundamentais relativas ao desenvolvimento das relações sino-americanas”. Quanto às conversas específicas, ele disse que “os líderes vão se reunir de acordo com seus próprios desejos e vão falar sobre o que eles quiserem falar”.

“Um acordo não é apenas do interesse dos dois povos, mas atende às aspirações do mundo inteiro”, acrescentou o porta-voz.

2 comentários

  1. Cícero Pavei em 19 de junho de 2019 às 19:55

    A China sabe que os estados unidos não é flor que se cheire mas vive cheirando o rabo deles

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Negociações com EUA podem ter um resultado positivo, afirma a China

GUERRA COMERCIAL

Negociações com EUA podem ter um resultado positivo, afirma a China

O presidente Donald Trump, revelou que conversou ao telefone com o presidente chinês, Xi Jinping, e confirmou a reunião entre eles na próxima semana

19 de junho de 2019 às 10h25
Por Agência Safras
China, EUA, comércio internacional, soja

Foto: Pixabay/montagem Canal Rural

A China disse que resultados positivos podem ser alcançados por meio das negociações comerciais com os Estados
Unidos, disse o porta-vos do ministério de Relações Exteriores chinês, Lu Kang, em coletiva de imprensa regular.

Ao ser questionado se a China está otimista sobre as conversas sino-americanas, Lu disse que não pode julgar, mas que a história de 40 anos de relações diplomáticas entre os dois países provou repetidamente que as diferenças econômicas e comerciais podem ser resolvidas com diálogo.

“No entanto, o diálogo e a consulta devem basear-se no respeito mútuo, na igualdade e no benefício mútuo. Se ambos os lados puderem seguir essa atitude, o resultado será definitivamente positivo”, de acordo com o porta-voz.

Nesta terça-feira, dia 18, o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que conversou ao telefone com o presidente chinês, Xi Jinping, e confirmou a reunião entre eles na próxima semana no Japão, durante o G-20.

Lu afirmou que, no telefonema, Xi expressou sua vontade de se reunir com Trump para “trocar pontos de vista sobre questões fundamentais relativas ao desenvolvimento das relações sino-americanas”. Quanto às conversas específicas, ele disse que “os líderes vão se reunir de acordo com seus próprios desejos e vão falar sobre o que eles quiserem falar”.

“Um acordo não é apenas do interesse dos dois povos, mas atende às aspirações do mundo inteiro”, acrescentou o porta-voz.

2 comentários

  1. Cícero Pavei em 19 de junho de 2019 às 19:55

    A China sabe que os estados unidos não é flor que se cheire mas vive cheirando o rabo deles

Deixe um Comentário





Mais Notícias