LUTO

Morre Moacyr de Carvalho Dias, inventor do requeijão no copo

Empresário, que faleceu aos 96 anos, foi responsável pela vinda da Danone ao Brasil 

Fonte: Reprodução/Criadouro de Aves Poços de Caldas

Morreu neste domingo, dia 29, em Poços de Caldas (MG), Moacyr de Carvalho Dias. O empresário, inventor do requeijão cremoso de copo, faleceu aos 96 anos de idade de insuficiência renal.

Moacyr Carvalho Dias é tio do comentarista Daniel Dias, que faz parte do time do Canal Rural e é autor do Blog do Daniel Dias

Conhecido carinhosamente como Xixo, o empresário foi responsável por trazer a Danone para o Brasil, quando ainda era proprietário da Laticínios Poços de Caldas.

“Do lado do laticínio, o mais curioso é que ele tinha duas carroças e fazia toda captação do município. Era preciso agregar valor ao leite. A primeira coisa foi colocar leite em saquinho. O primeiro a fazer isso foi o Poços de Caldas. Ele pegou um avião, foi para a França sem falar nada em francês, marcou uma reunião com a Danone, explicou tudo e convenceu as pessoas a ver como funcionava aqui. A Danone veio, ficou feliz com o desempenho e fixou um investimento. Foi o marco no Brasil”, afirmou Daniel Dias. 

Uma das grandes invenções de Dias foi ter a ideia de embalar o requeijão, antes em tablete, em um copo de vidro. A fórmula é utilizada até hoje e comercializada em supermercados de todo o Brasil. 

O empresário também era proprietário e fundador do Criadouro de Aves Poços de Caldas, que conta com mais de 4 mil aves e 325 espécies de todo o mundo. As aves eram a grande paixão de infância de Moacyr de Carvalho Dias, e ele se dedicou ao projeto após a atingir grande estabilidade com a Danone. 

“O mais fenomenal no tio Xixo era o empreendimento. Não é fácil custear com recursos próprios um criadouro. Tem aves que só se reproduzem lá, variedades em extinção no mundo. Ele teve a técnica, a sensibilidade, que fazia com que as aves se sentissem muito bem lá. Durante muito tempo ele pagou com recursos próprios e não era barato. Muitas vezes com dificuldades com a parte legislativa. Com o passar dos anos, o reconhecimento internacional fez com que ele ficasse tranquilo. Não é fácil fazer isso. Hoje talvez tenha respaldo, mas pensa nisso há 65 anos. E ele já pensava”, contou Daniel Dias.

O corpo será velado no Velório Municipal de Poços de Caldas. Já o enterro está programado para esta segunda-feira, dia 30, às 16 horas (de Brasília), no Cemitério da Saudade. 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil