Mercado

Menor oferta de animais eleva os preços do boi gordo

Escalas alongadas de alguns abatedouros impediram que as altas fossem mais significativas

Fonte: Embrapa

Nos últimos dias, os preços do boi gordo subiram na maioria das regiões acompanhadas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Com a menor oferta de animais, frigoríficos têm tido dificuldade na compra de novos lotes, elevando os valores ofertados aos pecuaristas.

De acordo com operadores consultados pelo Cepea, as altas só não foram mais significativas por conta das escalas alongadas de algumas unidades de abate. Entre 2 e 9 de agosto, o indicador Esalq/BM&FBovespa do boi gordo registrou alta de 0,39%, fechando a R$ 127,51 nessa quarta, dia 9. 

No mercado atacadista da carne com osso, os preços também reagiram na última semana, refletindo a maior demanda, típica em início de mês. A carcaça casada do boi se valorizou 2,62%, para R$ 9,01/kg.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil