CONSEQUÊNCIAS DA GREVE

Leite: setor volta a operar e buscará formas de mitigar prejuízos, diz associação

De acordo com a Viva Lácteos, companhias devem voltar à normalidade em um mês; 300 milhões de litros foram descartados

Fonte: Canal Rural/reprodução

A Associação Brasileira de Laticínios (Viva Lácteos) informou nesta sexta-feira, dia 1º, que as indústrias do setor retomaram as atividades após a greve de caminhoneiros, mas estima que as companhias só retomem a normalidade em um mês.
 
“Agora, a preocupação das indústrias do setor de laticínios é coletar o leite nas propriedades rurais e garantir o fluxo de abastecimento aos consumidores. A cadeia buscará, na sequência, formas para mitigar os prejuízos como, por exemplo, linhas de crédito para custeio, investimento e apoio à comercialização”, disse.
 
A Viva Lácteos reiterou que os prejuízos computados na cadeia produtiva do leite chegaram a R$ 1 bilhão, com 300 milhões de litros de leite descartados. “Vale ressaltar que o prejuízo para o produtor rural é ainda maior, uma vez que a indisponibilidade de ração tem impacto direto na produção de leite e na reprodução do rebanho”, concluiu a associação.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *