SETOR SUCROENERGÉTICO

Importação de etanol dispara 268% em março e acumula alta de 413% no 1º trimestre

Biocombustível veio principalmente dos EUA e somou o equivalente a 735,33 milhões de litros no período

Fonte: Divulgação/USP Imagens

A importação de etanol pelo Brasil disparou 268,27% em março na comparação com igual período do ano passado, para 236,66 milhões de kg, ou praticamente 300 milhões de litros, caso seja feita a conversão com base na densidade do produto, de 789 kg por metro cúbico. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, que divulga suas tabelas em quilos. 

No primeiro trimestre, as compras externas do biocombustível, vindo principalmente dos Estados Unidos, alcançaram 580,18 milhões de kg, aumento de 413,38% e equivalente a 735,33 milhões de litros.
A importação de etanol totalizou desembolso de US$ 148,78 milhões em março, avanço de 320,57% ante os US$ 35,37 milhões de um ano atrás. No acumulado de 2017, o montante atinge US$ 364,27 milhões, frente US$ 63,06 milhões no primeiro trimestre de 2016, aumento de 477,65%.

Nas últimas semanas, o tema importação de etanol vem movimentando o setor sucroenergético. Sentindo a queda nos preços domésticos, produtores, em especial os do Nordeste, região que mais importa o biocombustível, pediram à Câmara de Comércio Exterior (Camex) uma taxa de 20% sobre as compras internacionais do produto – atualmente a tarifa é zerada. Já a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) solicitou um porcentual menor, de 16%.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil