MERCADO

Imea eleva as previsões para a safra de algodão

Entidade ajustou positivamente as perspectivas para área plantada, rendimento e produção da cultura; confira os números

Fonte: Antonio Alencar/Canal Rural

O Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) elevou sua estimativa de área plantada com algodão no estado, na safra 2017/2018, para 782,9 mil hectares, dos quais 112,1 mil hectares na primeira safra e 670,7 mil hectares na segunda. O número atual representa aumento de 7,9% em relação à estimativa anterior, de 725,6 mil hectares, e de 15,8% ante o ciclo 2016/2017. Em fevereiro, a previsão era de 90,1 mil hectares semeados na primeira safra e de 635,5 mil na segunda. “Tal perspectiva continua sendo pautada pelo alto volume já negociado no mercado a termo em decorrência dos preços atrativos”, disse o Imea no levantamento.  

O instituto também aumentou, em 4,5%, sua projeção de rendimento médio na temporada atual para 270 arrobas por hectare, 4,5% a mais que as 258,4 arrobas por hectare estimadas no mês passado. A revisão se baseia, conforme o Imea, no avanço dos trabalhos de semeadura em fevereiro nos momentos de redução das chuvas e maior incidência solar no estado. Desta forma, o plantio recuperou o atraso dos meses anteriores e alcançou o patamar apurado em igual época do ano passado. Além disso, o cenário de clima favorável ao desenvolvimento das lavouras esperado para os próximos meses e a manutenção dos investimentos feitos por produtores no campo levaram o Imea a reajustar a projeção de produtividade.

Com maior área e rendimento, a estimativa de produção de caroço foi elevada para 3,17 milhões de toneladas e a da pluma, para 1,28 milhão de toneladas, 20,9% a mais do que na safra anterior, em ambos os casos. Em fevereiro, o Imea previu produção de 2,81 milhões de toneladas de caroço e de 1,14 milhão de toneladas de pluma.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *