MERCADO

Tomate: baixa oferta impulsiona preços no atacado

Queda nas temperaturas justificam a alta, que chega a 25,42% nas cotações encontradas pelo Cepea em São Paulo

Fonte: Roberta Silveira/Canal Rural

Entre 23 e 27 de abril, o tomate salada longa vida se valorizou na Ceagesp. O tipo 2A e o 3A foram vendidos a R$ 30,83 e a R$ 53,80 a caixa de 20 kg, respectivamente, altas de 25,42% e 16,11%, na mesma ordem.

Esse cenário se deve à baixa oferta, ocasionada pelas temperaturas um pouco mais baixas, cenário que faz com que a maturação seja mais lenta. Além disso, houve finalização da colheita da safra de verão em algumas regiões acompanhadas pelo Cepea, como Itapeva (SP) e Caçador (SC), e o início ainda lento da de inverno de Mogi Guaçu (SP).

Assim, teve menor entrada de tomates ponteiros e com mais qualidade, o que também contribui para a elevação dos preços.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *