MERCADO

Com maior procura, preço da laranja tem alta

A expectativa é que a demanda doméstica pela fruta aumente em setembro, devido ao clima mais quente

Fonte: Pixabay/divulgação

Apesar da elevada oferta de laranja pera no mercado in natura de São Paulo, o período de início de mês tem favorecido as vendas, ainda que pontualmente. A expectativa do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) é de que a demanda doméstica por laranja aumente em setembro, devido ao clima mais quente.

Entre os dias 4 e 8 de setembro, a laranja-pera registrou média de R$ 16,65 a caixa de 40,8 quilos, na árvore, aumento de 2,5% em relação ao período anterior. Quanto à lima ácida tahiti, o baixo volume da fruta pronta para a colheita tem sustentado os preços em bons patamares no mercado de mesa.

Além disso, o período de início de mês e o clima mais firme elevaram a demanda interna e, consequentemente, as cotações da fruta na roça. De 4 a 8 de setembro, o preço médio da tahiti paulista foi de R$ 43,30 a caixa de 27 quilos, colhida, avanço de 33% em relação ao da semana anterior.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *