GUIAS E SERVIÇOS

GTPS lança Guia de Práticas para Pecuária Sustentável

Material reúne lista de métodos aplicáveis às propriedades rurais brasileiras e tem linguagem focada no “como fazer”

Fonte: Pixabay

O Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) lançou nesta sexta, dia 11, o Guia de Práticas para Pecuária Sustentável. O material tem como objetivo orientar, na prática, os produtores rurais a executarem as tecnologias consideradas sustentáveis para a produção pecuária. O guia está disponível gratuitamente na versão impressa e online no site do grupo.

Com linguagem didática, o foco do conteúdo está no “como fazer” e não apenas em “o que fazer”. Além da listagem, o guia se propõe a classificar as tecnologias de acordo com o seu nível de complexidade, custo de implementação e incremento em curto, médio e longo prazo e está dividido em seis capítulos: Bem Estar na Fazenda, Gestão Agropecuária, Nutrição, Pastagem, Reprodução e Melhoramento Genético e, por fim, Sanidade. De acordo com Fernando Sampaio, presidente do GTPS, o guia reúne todas as possibilidades para que o produtor melhore sua produtividade.

– Algumas tecnologias são fáceis de serem implementadas, com custo baixo e rápido retorno. A ideia é que o produtor comece pelas mais fáceis e rápidas para que então passe para aquelas que vão demandar mais tempo e investimento – afirma.

O GTPS participará de eventos em diversos estados produtores brasileiros, distribuindo o Guia de Práticas para Pecuária Sustentável. De acordo Fernando Sampaio, “o desenvolvimento do guia é mais uma oportunidade de demonstrarmos a real finalidade do GTPS. Por meio deste material, estamos cumprindo com um dos nossos princípios, de difundir tecnologias agropecuárias sustentáveis, que auxiliam na evolução de uma atividade mais justa, ambientalmente correta e economicamente viável”.

O desenvolvimento do guia é uma das ações do Programa Pecuária Sustentável na Prática, projeto do GTPS que conta com financiamento do seu sócio fundador Fundação Solidaridad por meio do Farmer Support Programme (FSP), fundo do governo holandês.
 
Sobre o GTPS

Criado no final de 2007 e formalmente constituído em junho de 2009, o GTPS é formado por representantes de diferentes segmentos que integram a cadeia de valor da pecuária bovina no Brasil, entre eles indústrias, organizações do setor, produtores e associações, varejistas, fornecedores de insumos, bancos, organizações da sociedade civil, centros de pesquisa e universidades. O objetivo do GT é debater e formular, de maneira transparente, princípios, práticas e padrões comuns a serem adotados pelo setor, que contribuam para o desenvolvimento de uma pecuária sustentável, socialmente justa, ambientalmente correta e economicamente viável. 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *