Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Governo vai instalar comissão voltada ao desenvolvimento sustentável

PRODUÇÃO SEM AGRESSÃO

Governo vai instalar comissão voltada ao desenvolvimento sustentável

Conforme informou o ministério da agricultura, Tereza Cristina, cobrou da comissão ações para que a pasta seja protagonista no tema da produção sustentável

15 de abril de 2019 às 07h57
Por Canal Rural
Tereza Cristina

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Agricultura instalou nesta sexta-feira, dia 12, a Comissão de Desenvolvimento Sustentável do Agronegócio, a fim de estruturar e publicar a agenda da pasta para a sustentabilidade. Conforme informou o ministério, em nota, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, cobrou da comissão ações efetivas para que sua pasta seja protagonista no tema da produção sustentável para o Brasil e o mundo.

“Não haverá desenvolvimento se não houver renda, não adianta criar todo um discurso de sustentabilidade se não houver renda. O Brasil precisa achar um caminho para a sustentabilidade junto com a produção”, disse a ministra, na reunião.

“O Brasil precisa mudar sua imagem de transgressor do meio ambiente. Isso não é verdade! Que daqui saiam ações importantes para a gente atingir o objetivo da produção brasileira ser altamente sustentável.”

O ministério informou que foram criados dez grupos de trabalho com a participação de todas as secretarias do ministério, para esmiuçar os temas ligados à sustentabilidade na agropecuária brasileira e aumentar a sinergia entre as áreas do ministério e seus programas. De acordo com João Adrien Fernandes, assessor especial de Assuntos Socioambientais do ministério, que coordena a comissão, a ideia é que seja publicada, ainda neste ano, a agenda ambiental estratégica do ministério e criada uma estrutura integrada para responder às demandas que o tema impõe ao governo.

Nova call to action

Como o Ministério da Agricultura recebeu o Serviço Florestal Brasileiro, a Secretaria de Aquicultura e Pesca, a Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo e a Secretaria de Assuntos Fundiários, os grupos de trabalho vão reunir iniciativas anteriores e estudar de forma integrada temas socioambientais como o Cadastro Ambiental Rural (CAR), o Programa de Regularização Ambiental (PRA), os planos de manejo florestal, a Cota de Reserva Ambiental (CRA), o zoneamento agrícola e ecológico, o Plano ABC, o RenovaBio, os programas de assistência técnica, as demarcações de terras indígenas e quilombolas, os programas de integração lavoura, pecuária e floresta, o Fundo Amazônia, o Programa Floresta Mais, entre outros.

São ações que compreendem serviços florestais como o plantio em áreas degradadas, o inventário e monitoramento de florestas, entre outros.

Mais lidas: Você sabe qual é a capital nacional da semente de soja?

3 comentários

  1. […] Governo vai instalar comissão voltada ao desenvolvimento sustentável […]

  2. carlo em 15 de abril de 2019 às 16:03

    A Uniao atraves de coparticipaçao com os Estados pode ganhar muito mas muito dinheiro vendendo CRAs, de Parques
    de Reservas Ecologicas para os agricultores que estao com areas de mato nativo acima da Reserva Legal e desejam converte-las para uso alternativo-
    Diante da justiça somos ou nao somos todos iguais??—–Por que alguns precisam aguentar o peso de Reserva Legal acima do limite da lei??

  3. Marilena Wolf Alves de Camargo em 31 de maio de 2019 às 16:03

    Preciso que esta Comissão de Desenvolvimento Sustentável libere para produção em minha propriedade. Tenho 100 alqs. com Floresta Nativa, com 20% de Reserva Legal averbado e APPS. declaradas e toda a documentação exigida., inclusive CAR.
    No entanto, desde 32 anos venho pedindo para corte raso em parte e só tive indeferimentos.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Governo vai instalar comissão voltada ao desenvolvimento sustentável

PRODUÇÃO SEM AGRESSÃO

Governo vai instalar comissão voltada ao desenvolvimento sustentável

Conforme informou o ministério da agricultura, Tereza Cristina, cobrou da comissão ações para que a pasta seja protagonista no tema da produção sustentável

15 de abril de 2019 às 07h57
Por Canal Rural
Tereza Cristina

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Agricultura instalou nesta sexta-feira, dia 12, a Comissão de Desenvolvimento Sustentável do Agronegócio, a fim de estruturar e publicar a agenda da pasta para a sustentabilidade. Conforme informou o ministério, em nota, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, cobrou da comissão ações efetivas para que sua pasta seja protagonista no tema da produção sustentável para o Brasil e o mundo.

“Não haverá desenvolvimento se não houver renda, não adianta criar todo um discurso de sustentabilidade se não houver renda. O Brasil precisa achar um caminho para a sustentabilidade junto com a produção”, disse a ministra, na reunião.

“O Brasil precisa mudar sua imagem de transgressor do meio ambiente. Isso não é verdade! Que daqui saiam ações importantes para a gente atingir o objetivo da produção brasileira ser altamente sustentável.”

O ministério informou que foram criados dez grupos de trabalho com a participação de todas as secretarias do ministério, para esmiuçar os temas ligados à sustentabilidade na agropecuária brasileira e aumentar a sinergia entre as áreas do ministério e seus programas. De acordo com João Adrien Fernandes, assessor especial de Assuntos Socioambientais do ministério, que coordena a comissão, a ideia é que seja publicada, ainda neste ano, a agenda ambiental estratégica do ministério e criada uma estrutura integrada para responder às demandas que o tema impõe ao governo.

Nova call to action

Como o Ministério da Agricultura recebeu o Serviço Florestal Brasileiro, a Secretaria de Aquicultura e Pesca, a Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo e a Secretaria de Assuntos Fundiários, os grupos de trabalho vão reunir iniciativas anteriores e estudar de forma integrada temas socioambientais como o Cadastro Ambiental Rural (CAR), o Programa de Regularização Ambiental (PRA), os planos de manejo florestal, a Cota de Reserva Ambiental (CRA), o zoneamento agrícola e ecológico, o Plano ABC, o RenovaBio, os programas de assistência técnica, as demarcações de terras indígenas e quilombolas, os programas de integração lavoura, pecuária e floresta, o Fundo Amazônia, o Programa Floresta Mais, entre outros.

São ações que compreendem serviços florestais como o plantio em áreas degradadas, o inventário e monitoramento de florestas, entre outros.

Mais lidas: Você sabe qual é a capital nacional da semente de soja?

3 comentários

  1. […] Governo vai instalar comissão voltada ao desenvolvimento sustentável […]

  2. carlo em 15 de abril de 2019 às 16:03

    A Uniao atraves de coparticipaçao com os Estados pode ganhar muito mas muito dinheiro vendendo CRAs, de Parques
    de Reservas Ecologicas para os agricultores que estao com areas de mato nativo acima da Reserva Legal e desejam converte-las para uso alternativo-
    Diante da justiça somos ou nao somos todos iguais??—–Por que alguns precisam aguentar o peso de Reserva Legal acima do limite da lei??

  3. Marilena Wolf Alves de Camargo em 31 de maio de 2019 às 16:03

    Preciso que esta Comissão de Desenvolvimento Sustentável libere para produção em minha propriedade. Tenho 100 alqs. com Floresta Nativa, com 20% de Reserva Legal averbado e APPS. declaradas e toda a documentação exigida., inclusive CAR.
    No entanto, desde 32 anos venho pedindo para corte raso em parte e só tive indeferimentos.

Deixe um Comentário





Mais Notícias