SANIDADE ANIMAL

Embrapa faz acordo com Sindan para pré-análise de novos produtos veterinários

Tradicionalmente, pedidos para registro de novos medicamentos são realizados por indústrias e encaminhados ao Ministério da Agricultura

Vacinação contra febre aftosa
Foto: Ascom Adepará

A Fundação Eliseu Alves, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan) assinaram um acordo que delega aos pesquisadores da Embrapa a responsabilidade pela análise inicial no processo de registro de novos produtos veterinários. O acordo, firmado na última sexta-feira, dia 7, contou com a chancela da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) do Ministério da Agricultura.

Tradicionalmente, os pedidos para registro de produtos para saúde animal são realizados pelas indústrias que os fabricam ou comercializam e encaminhados para o ministério. Antes do acordo com a Embrapa, todas as avaliações dos processos eram feitas pelos próprios profissionais da pasta. Agora, a expectativa é de que as análises prévias se tornem mais ágeis e, na sequência, a aprovação final continuará a cargo do ministério.

“Com o acordo, a pré-análise dos processos torna-se mais ágil e rápida. Também se agiliza a aprovação do Ministério da Agricultura. Os medicamentos chegarão ao mercado em prazo menor do que o atual. Isso significa que os produtores rurais e donos de animais de companhia terão acesso a novas tecnologias mais rapidamente”, explica o presidente do Sindan, Elcio Inhe. A entidade reúne cerca de 90 indústrias veterinárias que atuam no Brasil, responsáveis por mais de 95% do segmento.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil