MERCADO INTERNACIONAL

Embarques de café caíram quase 10% em 2017

A receita acompanhou o volume, registrando queda de 5%, fechando mais de US$ 200 milhões abaixo do ano anterior

Fonte: Pexels

A exportação brasileira de café em grão alcançou 27,463 milhões de sacas de 60 quilos no acumulado de 2017, o que corresponde a uma queda de 9,65% em relação ao total de 30,396 milhões de sacas embarcado no ano anterior. A receita cambial também registrou variação negativa, redução de 5%, ao sair de US$ 4,843 bilhões em 2016 para US$ 4,6 bilhões no ano passado. Os dados foram divulgados nesta terça, dia 2, pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

A bienalidade negativa da cultura afetou o volume ofertado para embarques em 2017, fato que não tende a se repetir em 2018, com a chegada da nova safra a partir de meados de julho. A soma de 27,463 milhões de sacas reportada pelo MDIC veio abaixo das expectativas do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé), que projetava exportações entre 30 milhões e 31 milhões de sacas para o ano passado.

Na análise mensal, as vendas externas do grão nos 20 dias úteis de dezembro chegaram a 2,58 milhões de sacas de 60 quilos, baixa de 11,4% em relação a igual mês do ano passado (2,912 milhões de sacas). Em receita cambial, houve uma diminuição consistente de 21,3% no período, para US$ 419,1 milhões ante os US$ 532,4 milhões registrados em dezembro de 2016.

Quando comparada ao mês anterior, a exportação de café em dezembro apresenta redução de 4,3% em termos de volume – em novembro os embarques somaram 2,696 milhões de sacas. A receita cambial foi 5,24% menor, considerando faturamento de US$ 442,3 milhões em novembro.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *