MERCADO

Consultoria eleva previsão de superávit global de açúcar

Na safra anterior, houve déficit, mas o crescimento da produção da Índia, Tailândia e União Europeia reverteram a situação

Fonte: Pixabay

A INTL FCStone revisou nesta quinta-feira, dia 29, a estimativa de superávit global de açúcar na safra 2017/2018 – entre outubro do ano passado e setembro deste ano – de 3,6 milhões de toneladas para 6,9 milhões de toneladas. A previsão anterior apontava superávit de 2,8 milhões de toneladas. Na safra passada, encerrada em setembro de 2017, houve déficit global de 2,1 milhões de toneladas.

Segundo a consultoria, os aumentos de 45,3% na produção da Índia, para 29,5 milhões de toneladas, de 25,5% na da Tailândia, para 13,3 milhões de toneladas, e de 24,7% na da União Europeia, para 13,3 milhões de toneladas, foram suficientes para a reversão no quadro de oferta e demanda global para a commodity.  

Aliadas às altas na oferta de Índia e Paquistão o aumento na oferta dessas regiões compensará a redução na produção do Brasil, que terá uma safra mais alcooleira no período.

Com isso, “o nível de estoques globais no final da temporada deve registrar 78,5 milhões de toneladas, o segundo maior nível da história e o equivalente a 43% da demanda anual”, apontou a INTL FCStone.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *