MERCADO

Comercialização de café na safra 2017/2018 atinge 53% e segue atrasada

Embora o ritmo de venda siga bastante cadenciado, houve, novamente, um bom avanço na negociação do produto durante o mês de setembro

Fonte: Governo do Espírito Santo/divulgação

As vendas de café na safra 2017/2018 seguem atrasadas na comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com a consultoria Safras & Mercado, a comercialização do grão chegou a 53% até o dia 10 de outubro. No mesmo período do ano passado os negócios estavam em 56%. Na média dos últimos cinco anos o número é de 50%.

Com isso, já foram vendidas 26,88 milhões de sacas, tomando-se por base a estimativa da Safras, de uma produção de café de 51,1 milhões de sacas.

Segundo o consultor, Gil Barabach, embora o ritmo de venda siga bastante cadenciado, houve, novamente, um bom avanço da comercialização de café do Brasil durante o mês de setembro.

“Os produtores aproveitaram os repiques de alta na Bolsa de Nova York e no dólar para fechar alguns lotes. Mas, por conta de uma safra menor e miúda, muitos continuam dosando suas posições, apostando em preços melhores com o andamento da temporada, especialmente dos cafés melhores e das peneiras mais graúdas”, explicou.

De acordo com Barabach, a agressividade da indústria local e os preços altos dos cafés mais fracos também ajudaram a dar um pouco de intensidade aos negócios.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *