Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Casal se conhece por aplicativo e hoje comanda plantações no Rio Grande do Sul

DIA DOS NAMORADOS

Casal se conhece por aplicativo e hoje comanda plantações no Rio Grande do Sul

Daiane e Joel estão juntos há 4 anos e vivem em Cerro Largo, na lida na propriedade e cuidando das criações

12 de junho de 2019 às 15h53
Por Brenda Neri*, de São Paulo
Daiane Terezinha Zorzo

Foto: Daiane Terezinha Maciel/arquivo pessoal

Em 2015, Daiane Teresinha Maciel diz ter conhecido suas duas paixões. Uma, um pouco distante de sua realidade cotidiana da cidade grande de Novo Hamburgo (RS), e outra, ainda mais inesperada, que surgiu através de um aplicativo.

“Eu entrei em um chat para conhecer pessoas e logo me mandaram um ‘oi’ ”, diz Daiane, que naquele momento conheceu o agricultor Joel Zorzo.

“Nós começamos a conversar e tínhamos uma relação muito de amizade. Não queríamos nos envolver e eu não estava preparada para um relacionamento, mas dois meses depois da primeira conversa, nos conhecemos pessoalmente e já começamos a namorar”, conta.

Quando deixou Novo Hamburgo em direção a Vitória das Missões, também em 2015, a agricultora até então desconhecia a rotina do campo, mas “a mudança de vida, de ares e de hábito”, como ela mesma diz, foi o início de uma nova vida, na lida e ao lado de Joel.

O namoro se sustentou apenas por conversas no WhatsApp e visitas a cada 15 dias, ou sempre que podiam, já que ele morava em Cerro Largo, no mesmo estado. Os quase 60 km de distância não impediram que eles continuassem o relacionamento, que se estende até hoje: “Faz dois anos que nos casamos e que me mudei para a cidade dele”, diz.

Daiana Terezinha Maciel

Foto: Daiana Terezinha Maciel/arquivo pessoal

Trabalhando sempre em indústrias, foi um alívio para Daiane largar o chão da fábrica e pisar no campo para cuidar de suas plantações. Juntos, ela e o marido construíram suas vidas apoiados nas lavouras de soja, trigo e milho, e hoje cuidando também de galinhas e vacas leiteiras.

Toda a renda do casal vem do esforço conjunto que fazem na lida. “Nosso dinheiro é totalmente do campo. Eu trabalho com o animais e o ajudo na lavoura”, conta ela, que antes tinha um medo grande de chegar perto das vacas.

O casal pretende ter filhos logo e continuar sua vida na lida. E Daiane já não se vê mais longe de sua rotina atual com seu marido. “Eu não troco a vida que levo no interior por nada.”

*Com supervisão de Luis Roberto Toledo

CATEGORIAS:

2 comentários

  1. Karina em 12 de junho de 2019 às 16:04

    Linda história! parabéns ao casal!

Deixe um Comentário





Lamento, não encontramos nenhuma notícia.

Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Casal se conhece por aplicativo e hoje comanda plantações no Rio Grande do Sul

DIA DOS NAMORADOS

Casal se conhece por aplicativo e hoje comanda plantações no Rio Grande do Sul

Daiane e Joel estão juntos há 4 anos e vivem em Cerro Largo, na lida na propriedade e cuidando das criações

12 de junho de 2019 às 15h53
Por Brenda Neri*, de São Paulo
Daiane Terezinha Zorzo

Foto: Daiane Terezinha Maciel/arquivo pessoal

Em 2015, Daiane Teresinha Maciel diz ter conhecido suas duas paixões. Uma, um pouco distante de sua realidade cotidiana da cidade grande de Novo Hamburgo (RS), e outra, ainda mais inesperada, que surgiu através de um aplicativo.

“Eu entrei em um chat para conhecer pessoas e logo me mandaram um ‘oi’ ”, diz Daiane, que naquele momento conheceu o agricultor Joel Zorzo.

“Nós começamos a conversar e tínhamos uma relação muito de amizade. Não queríamos nos envolver e eu não estava preparada para um relacionamento, mas dois meses depois da primeira conversa, nos conhecemos pessoalmente e já começamos a namorar”, conta.

Quando deixou Novo Hamburgo em direção a Vitória das Missões, também em 2015, a agricultora até então desconhecia a rotina do campo, mas “a mudança de vida, de ares e de hábito”, como ela mesma diz, foi o início de uma nova vida, na lida e ao lado de Joel.

O namoro se sustentou apenas por conversas no WhatsApp e visitas a cada 15 dias, ou sempre que podiam, já que ele morava em Cerro Largo, no mesmo estado. Os quase 60 km de distância não impediram que eles continuassem o relacionamento, que se estende até hoje: “Faz dois anos que nos casamos e que me mudei para a cidade dele”, diz.

Daiana Terezinha Maciel

Foto: Daiana Terezinha Maciel/arquivo pessoal

Trabalhando sempre em indústrias, foi um alívio para Daiane largar o chão da fábrica e pisar no campo para cuidar de suas plantações. Juntos, ela e o marido construíram suas vidas apoiados nas lavouras de soja, trigo e milho, e hoje cuidando também de galinhas e vacas leiteiras.

Toda a renda do casal vem do esforço conjunto que fazem na lida. “Nosso dinheiro é totalmente do campo. Eu trabalho com o animais e o ajudo na lavoura”, conta ela, que antes tinha um medo grande de chegar perto das vacas.

O casal pretende ter filhos logo e continuar sua vida na lida. E Daiane já não se vê mais longe de sua rotina atual com seu marido. “Eu não troco a vida que levo no interior por nada.”

*Com supervisão de Luis Roberto Toledo

CATEGORIAS:

2 comentários

  1. Karina em 12 de junho de 2019 às 16:04

    Linda história! parabéns ao casal!

Deixe um Comentário





Mais Notícias

Lamento, não encontramos nenhuma notícia.