MERCADO

Café conilon cai mais de 8% em janeiro

O Cepea indica que a maior oferta do produto, a quedas nas cotações internacionais e a demanda fraca contribuiram com a baixa

Fonte: Suelen Farias/Canal Rural

A maior disponibilidade no mercado brasileiro, a demanda enfraquecida e o recuo das cotações internacionais do café conilon têm pressionado os valores dessa variedade no Brasil, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

No acumulado parcial de janeiro, até o dia 16, o indicador Cepea/Esalq do robusta do tipo 6 já caiu 8,2% e fechou em R$ 326,96 a saca nesta terça-feira.

Quanto ao arábica, a perspectiva de boa produção em 2018/2019 tem mantido os preços internos e externos em patamares menores na comparação com os verificados no começo de 2017.

Apesar da falta de chuva no início do desenvolvimento da temporada 2018/2019 ter afastado a possibilidade de supersafra, o clima passou a favorecer a lavoura a partir de outubro, auxiliando no pegamento das flores e chumbinho e no enchimento dos grãos.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *