Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Após assumir Mercosul, Bolsonaro quer negociar com Canadá, Cingapura e Coreia

PRESIDÊNCIA ROTATIVA DO BLOCO

Após assumir Mercosul, Bolsonaro quer negociar com Canadá, Cingapura e Coreia

Ao discursar na sessão plenária da 54ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, em Santa Fé, na Argentina, o presidente Jair Bolsonaro disse que vai trabalhar para acelerar a modernização do bloco sul-americano. Durante o encontro, o Brasil assumiu a presidência rotativa do grupo pelos próximos seis meses. “Quero aproveitar a ocasião para firmar…

18 de julho de 2019 às 08h43
Por Agência Brasil
Brasil, Argentina, Jair Bolsonaro, Maurício Macri

Foto: Isac Nóbrega/Presidência da República

Ao discursar na sessão plenária da 54ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, em Santa Fé, na Argentina, o presidente Jair Bolsonaro disse que vai trabalhar para acelerar a modernização do bloco sul-americano. Durante o encontro, o Brasil assumiu a presidência rotativa do grupo pelos próximos seis meses.

“Quero aproveitar a ocasião para firmar o compromisso do meu governo com a modernização e a abertura do nosso bloco, fazendo dele um instrumento de comércio com o mundo, sem o viés ideológico que tanto critiquei enquanto parlamentar. Vencemos essa barreira, e a conclusão do acordo de livre comércio com a União Europeia é resultado concreto dessa nova orientação”, disse.

Após o acordo com a União Europeia, Bolsonaro disse que o bloco planeja concluir as negociações com a Associação Europeia de Livre Comércio e avançar nas conversas com Canadá, Cingapura e Coreia. O presidente também afirmou que o Brasil vai continuar o trabalho da presidência argentina de revisão da Tarifa Externa Comum (TEC) para a modernização da política comercial do Mercosul e de reforma institucional do bloco com enxugamento do número de órgãos. “Para que sigamos colhendo frutos, precisamos trabalhar por um Mercosul enxuto e dinâmico”, defendeu.

1 comentário

  1. Richie Kotzen em 1 de outubro de 2019 às 23:39

    Puxa vida devo agradecer vocês ganharam meu dia que site fantástico cheio de noticias não me canso de Elogiar já é a minha terceira visita por aqui absolutamente fantástico.

    Gir Leiteiro

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Após assumir Mercosul, Bolsonaro quer negociar com Canadá, Cingapura e Coreia

PRESIDÊNCIA ROTATIVA DO BLOCO

Após assumir Mercosul, Bolsonaro quer negociar com Canadá, Cingapura e Coreia

Ao discursar na sessão plenária da 54ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, em Santa Fé, na Argentina, o presidente Jair Bolsonaro disse que vai trabalhar para acelerar a modernização do bloco sul-americano. Durante o encontro, o Brasil assumiu a presidência rotativa do grupo pelos próximos seis meses. “Quero aproveitar a ocasião para firmar…

18 de julho de 2019 às 08h43
Por Agência Brasil
Brasil, Argentina, Jair Bolsonaro, Maurício Macri

Foto: Isac Nóbrega/Presidência da República

Ao discursar na sessão plenária da 54ª Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul, em Santa Fé, na Argentina, o presidente Jair Bolsonaro disse que vai trabalhar para acelerar a modernização do bloco sul-americano. Durante o encontro, o Brasil assumiu a presidência rotativa do grupo pelos próximos seis meses.

“Quero aproveitar a ocasião para firmar o compromisso do meu governo com a modernização e a abertura do nosso bloco, fazendo dele um instrumento de comércio com o mundo, sem o viés ideológico que tanto critiquei enquanto parlamentar. Vencemos essa barreira, e a conclusão do acordo de livre comércio com a União Europeia é resultado concreto dessa nova orientação”, disse.

Após o acordo com a União Europeia, Bolsonaro disse que o bloco planeja concluir as negociações com a Associação Europeia de Livre Comércio e avançar nas conversas com Canadá, Cingapura e Coreia. O presidente também afirmou que o Brasil vai continuar o trabalho da presidência argentina de revisão da Tarifa Externa Comum (TEC) para a modernização da política comercial do Mercosul e de reforma institucional do bloco com enxugamento do número de órgãos. “Para que sigamos colhendo frutos, precisamos trabalhar por um Mercosul enxuto e dinâmico”, defendeu.

1 comentário

  1. Richie Kotzen em 1 de outubro de 2019 às 23:39

    Puxa vida devo agradecer vocês ganharam meu dia que site fantástico cheio de noticias não me canso de Elogiar já é a minha terceira visita por aqui absolutamente fantástico.

    Gir Leiteiro

Deixe um Comentário





Mais Notícias