ABERTURA DE MERCADO

Boi gordo: frigoríficos ofertam valores até R$ 3 abaixo da referência em SP

Confira as principais notícias sobre dólar, mercado agrícola e previsão do tempo para começar o dia bem informado

Fonte: Wenderson Araujo/CNA

O mercado brasileiro de carnes ficou apreensivo após a nova etapa da Operação Carne Fraca deflagrada pela Polícia Federal nesta segunda-feira, dia 5. De acordo com a consultoria Safras & Mercado, as consequências em torno do resultado da operação podem ser severas no mercado internacional, afetando novamente a credibilidade da proteína animal brasileira no mercado.

No que diz respeito à pecuária de corte, há poucas alterações na dinâmica mercadológica, com frigoríficos ainda retraídos, avaliando a melhor estratégia a ser adotada no curto prazo. As cotações estiveram estáveis nesta segunda-feira.

Em São Paulo, por exemplo, a arroba do boi gordo está cotada em R$ 145, à vista, livre do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural), sem alterações em comparação com sexta-feira.

No estado, tentativas de compra por R$ 3 ou R$ 2 por arroba abaixo da referência existem, mas nestes patamares não há garantia de aquisição de boiadas. A escala de abate dos frigoríficos paulistas gira em torno de 4 dias.

Já o mercado atacadista apresentou preços firmes no início da semana. Ainda há perspectiva de alta, mesmo que de maneira comedida. O repique de consumo durante a primeira quinzena do mês seria o grande motivador de altas mais consistentes durante o período avaliado. O grande entrave à alta do preço da carne é a fragilidade das principais proteínas concorrentes neste momento. 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *