MERCADO

Boi gordo: comercialização de animais é retomada

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), as exportações de carne in natura também estão se recuperando

Fonte: Nicoli Dichoff/ Embrapa

A comercialização de animais para abate tem sido retomada aos poucos, conforme a necessidade de compra da indústria. De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os embarques programados inicialmente para o final de maio estão ocorrendo neste início de junho, exercendo alguma pressão sobre as cotações da arroba.

Entre os dias 30 de maio a 6 de junho, o indicador Esalq/BM&FBovespa do boi gordo caiu 3,3%, a R$ 137,35 nesta quarta-feira, 6.

Depois de registrarem em abril o pior desempenho mensal desde 2012, os embarques brasileiros de carne bovina in natura voltaram a se recuperar em maio. No mês, foram embarcadas 90,5 mil toneladas do produto, volume 29,2% superior ao de abril de 2018 e 0,11% acima do de maio de 2017, segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Essa reação foi observada mesmo com a paralisação dos caminhoneiros na segunda quinzena, que impediu o escoamento da proteína aos portos.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *