APÓS A GREVE

Aves e suínos: 163 unidades frigoríficas voltaram a operar; prejuízo ainda será levantado

Expectativa da Associação Brasileira de Proteína Animal é de que todas as agroindústrias processadoras do setor retomem atividade até a próxima semana; perdas podem ter ultrapassado R$ 3 bilhões

Fonte: Pixabay/arte Canal Rural

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informou que, até esta sexta-feira, dia 1º de junho, 163 unidades frigoríficas de todo o país retomaram as operações. “A expectativa é de que, até a próxima semana, todas as agroindústrias produtoras e processadoras da avicultura e da suinocultura restabeleçam as atividades”, disse a ABPA em nota. “O setor espera que a produção recupere os padrões normais em 60 dias, para garantir a preservação da qualidade dos produtos que chegam ao consumidor.”

Conforme a entidade, nos próximos dias representantes das agroindústrias farão levantamentos dos prejuízos acumulados por causa da greve dos caminhoneiros. “A expectativa inicial é de mais de R$ 3 bilhões, entre perdas de comercialização no mercado interno, animal mortos, custos logísticos, perdas de contrato na exportação e outros.”

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *