Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Após enchente, prejuízo em município do Rio Grande do Sul supera R$ 57 milhões

MUITA CHUVA

Após enchente, prejuízo em município do Rio Grande do Sul supera R$ 57 milhões

Em Alegrete, no oeste do estado, produção de arroz foi a mais afetada, com perdas de R$ 39,6 milhões

18 de janeiro de 2019 às 11h32
Por Canal Rural

Foto: Edimar Ceolin/arquivo pessoal

Os produtores rurais de Alegrete, no oeste do Rio Grande do Sul, devem ter prejuízos estimados em mais de R$ 57 milhões por conta das fortes chuvas que atingiram a região do estado. Em reunião, a Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul, o Sindicato Rural da cidade e entidades do agronegócio alertaram que o valor pode subir ainda mais.

“Perdas em cada setor ainda podem aumentar, pois, a partir do momento em que baixe o nível das águas, será possível mensurar com maior precisão os danos”, diz um documento assinado por oito entidades.

O arroz foi a cultura mais afetada até o momento. O excesso de umidade, as baixas temperaturas e  menor incidência de luminosidade, que pode diminuir a produtividade do cereal, devem interferir no desempenho da cultura. A estimativa é que a produção tenha perdas de R$ 39,6 milhões.

Soja

Os produtores de soja semearam 45 mil hectares na temporada 2018/2019. A expectativa inicial era de uma grande produtividade, mas o clima mudou tudo e o excesso de chuvas trouxe grande preocupação. Os prejuízos na cultura podem superar os R$ 13 milhões. A oleaginosa é a segunda cultura mais afetada no município. Leia a reportagem completa.

Pecuária de corte

Segundo dados da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do estado, os prejuízos devem chegar a mais de R$ 1,1 milhão. A perda de qualidade do pasto, e consequentemente a perda de peso dos animais é um dos impactos mais relevantes ao setor.

Leite

O prejuízo na cadeia de leite já chega em R$ 150 mil. A região deve ter queda na produção da matéria prima, com impactos na qualidade do leite.

Foram destacados ainda problemas como falta de energia elétrica, péssimas condições nas estradas, que impossibilitou a coleta do leite, e custos mais altos, já que pecuaristas precisaram complementar a alimentação dos animais por conta das condições ruins das pastagens.

Veja imagens

Após enchentes, produção de arroz do Rio Grande do Sul deve cair 11%

 

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Após enchente, prejuízo em município do Rio Grande do Sul supera R$ 57 milhões

MUITA CHUVA

Após enchente, prejuízo em município do Rio Grande do Sul supera R$ 57 milhões

Em Alegrete, no oeste do estado, produção de arroz foi a mais afetada, com perdas de R$ 39,6 milhões

18 de janeiro de 2019 às 11h32
Por Canal Rural

Foto: Edimar Ceolin/arquivo pessoal

Os produtores rurais de Alegrete, no oeste do Rio Grande do Sul, devem ter prejuízos estimados em mais de R$ 57 milhões por conta das fortes chuvas que atingiram a região do estado. Em reunião, a Secretaria de Agricultura do Rio Grande do Sul, o Sindicato Rural da cidade e entidades do agronegócio alertaram que o valor pode subir ainda mais.

“Perdas em cada setor ainda podem aumentar, pois, a partir do momento em que baixe o nível das águas, será possível mensurar com maior precisão os danos”, diz um documento assinado por oito entidades.

O arroz foi a cultura mais afetada até o momento. O excesso de umidade, as baixas temperaturas e  menor incidência de luminosidade, que pode diminuir a produtividade do cereal, devem interferir no desempenho da cultura. A estimativa é que a produção tenha perdas de R$ 39,6 milhões.

Soja

Os produtores de soja semearam 45 mil hectares na temporada 2018/2019. A expectativa inicial era de uma grande produtividade, mas o clima mudou tudo e o excesso de chuvas trouxe grande preocupação. Os prejuízos na cultura podem superar os R$ 13 milhões. A oleaginosa é a segunda cultura mais afetada no município. Leia a reportagem completa.

Pecuária de corte

Segundo dados da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do estado, os prejuízos devem chegar a mais de R$ 1,1 milhão. A perda de qualidade do pasto, e consequentemente a perda de peso dos animais é um dos impactos mais relevantes ao setor.

Leite

O prejuízo na cadeia de leite já chega em R$ 150 mil. A região deve ter queda na produção da matéria prima, com impactos na qualidade do leite.

Foram destacados ainda problemas como falta de energia elétrica, péssimas condições nas estradas, que impossibilitou a coleta do leite, e custos mais altos, já que pecuaristas precisaram complementar a alimentação dos animais por conta das condições ruins das pastagens.

Veja imagens

Após enchentes, produção de arroz do Rio Grande do Sul deve cair 11%

 

Deixe um Comentário





Mais Notícias