Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Tecnologia da Bayer mapeia lavoura e ajuda na tomada de decisões

NA PALMA DA MÃO

Tecnologia da Bayer mapeia lavoura e ajuda na tomada de decisões

A plataforma Climate FieldView coleta dados do plantio à colheita e gera mapas acessíveis em celulares e tablets, que ajudam na tomada de decisão

16 de março de 2019 às 19h40
Por José Florentino, de Não-Me-Toque (RS)*
FieldView Drive, equipamento da Climate

FieldView Drive – Foto: José Florentino/Canal Rural

O FieldView Drive é discreto, pequeno. Mas, quando conectada ao maquinário, a tecnologia da Bayer pode alavancar a produção agrícola. Dados como velocidade, altitude e vazão tanto na hora do plantio como da aplicação de defensivos são enviados para a plataforma digital Climate, que gera mapas em um tablet acoplado à cabine. Quando o sistema se conecta à internet, envia as informações para a nuvem, onde são armazenadas em um sistema digital. Desta forma, é possível acessá-las em qualquer lugar do mundo.

“Hoje, o equipamento é compatível com 70% das máquinas vendidas no mercado brasileiro. Esses modelos têm monitor e sensor adequados”, explica o representante técnico de vendas da Climate no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, Rodrigo Alff.

Alff explica que o desenvolvimento desta tecnologia tem três pilares. “A centralização de todos os dados em só lugar permite que o agricultores gerenciem melhor as operações, o que maximiza sua produtividade”, diz.

Plataforma Climate FieldView

Foto: José Florentino/Canal Rural

Toda a pesquisa da Bayer é trabalhada dentro da plataforma Climate. A ideia é que, a médio prazo, o produtor receba recomendação de sementes. “Mas ele precisará de duas coisas básicas: a calibração da curva de como as sementes estão respondendo aos ambientes da lavoura e as informações do talhão”, conta o representante da empresa.

Na 20ª Expodireto Cotrijal, feira agropecuária realizada em Não-Me-Toque (RS), a marca destacou o quão importante é que o agricultor conheça detalhadamente sua plantação. Sabendo quais áreas são mais ou menos produtivas, é possível fazer um manejo mais assertivo.

Sempre melhorando

A Climate está sendo comercializada no Brasil há três anos. A Bayer conta com produtores parceiros que aderiram à tecnologia para aprimorá-la. Eles enviam avaliações para a empresa. “A ideia é desenvolver uma plataforma cada vez mais dinâmica, acessível e intuitiva”, finaliza Alff.

*O jornalista viajou para a Expodireto Cotrijal a convite da Bayer CropScience.

3 comentários

  1. Bayer Technology Map Corte e Tomada de Decisão em 17 de março de 2019 às 06:12

    […] (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); Source link […]

  2. André E3S em 17 de março de 2019 às 13:59

    Boa, iniciativa, mas acredito que nossos problemas sejam tão básicos que esta ferramenta irá nos proporcionar informações mais ajustadas após a correção dos mesmos. Falta-nos correção e manejo de solos adequada, voltar a fazer rotação de culturas, uso de cobertura de solos, incrementar matéria orgânica, sistematização de áreas (curvas de nível), projeto de formação de perfil a longo prazo, distribuição correta de corretivos e adubação, ajuste por região e cultivar de espaçamento, distribuição adequada na semeadura, fornecimento e consciência do produtor que a semente deve ser de alta qualidade, proteção de cultivos inteligente, descoberta e uso de Imputs de alta resposta. A lição de casa é extensa, apesar das ferramentas modernas úteis para nos auxiliar, na chamada agricultura digital, só teremos evolução após fazer o básico de forma eficiente e sistemática. Para usuários de equipamentos Jhon Deere já existe uma plataforma semelhante é gratuito para clientes, sugiro dar uma olhada e ver se atende as expectativas.
    Enfim, desejo a todos coragem para fazer o que deve ser feito, a ferramenta só será útil mediante isso.

    Abraço,

    André

    • João Francisco em 22 de março de 2019 às 18:54

      Tudo que se mede se melhora! Nós só vamos conseguir saber o impacto do nosso manejo medindo. A ferramenta ajuda muito! A Jonh Deere tem a plataforma, mas eu que tenho diversas máquinas na fazenda, a solução foi o Field View que integra quase todas.

      Abs

      JF

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Tecnologia da Bayer mapeia lavoura e ajuda na tomada de decisões

NA PALMA DA MÃO

Tecnologia da Bayer mapeia lavoura e ajuda na tomada de decisões

A plataforma Climate FieldView coleta dados do plantio à colheita e gera mapas acessíveis em celulares e tablets, que ajudam na tomada de decisão

16 de março de 2019 às 19h40
Por José Florentino, de Não-Me-Toque (RS)*
FieldView Drive, equipamento da Climate

FieldView Drive – Foto: José Florentino/Canal Rural

O FieldView Drive é discreto, pequeno. Mas, quando conectada ao maquinário, a tecnologia da Bayer pode alavancar a produção agrícola. Dados como velocidade, altitude e vazão tanto na hora do plantio como da aplicação de defensivos são enviados para a plataforma digital Climate, que gera mapas em um tablet acoplado à cabine. Quando o sistema se conecta à internet, envia as informações para a nuvem, onde são armazenadas em um sistema digital. Desta forma, é possível acessá-las em qualquer lugar do mundo.

“Hoje, o equipamento é compatível com 70% das máquinas vendidas no mercado brasileiro. Esses modelos têm monitor e sensor adequados”, explica o representante técnico de vendas da Climate no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, Rodrigo Alff.

Alff explica que o desenvolvimento desta tecnologia tem três pilares. “A centralização de todos os dados em só lugar permite que o agricultores gerenciem melhor as operações, o que maximiza sua produtividade”, diz.

Plataforma Climate FieldView

Foto: José Florentino/Canal Rural

Toda a pesquisa da Bayer é trabalhada dentro da plataforma Climate. A ideia é que, a médio prazo, o produtor receba recomendação de sementes. “Mas ele precisará de duas coisas básicas: a calibração da curva de como as sementes estão respondendo aos ambientes da lavoura e as informações do talhão”, conta o representante da empresa.

Na 20ª Expodireto Cotrijal, feira agropecuária realizada em Não-Me-Toque (RS), a marca destacou o quão importante é que o agricultor conheça detalhadamente sua plantação. Sabendo quais áreas são mais ou menos produtivas, é possível fazer um manejo mais assertivo.

Sempre melhorando

A Climate está sendo comercializada no Brasil há três anos. A Bayer conta com produtores parceiros que aderiram à tecnologia para aprimorá-la. Eles enviam avaliações para a empresa. “A ideia é desenvolver uma plataforma cada vez mais dinâmica, acessível e intuitiva”, finaliza Alff.

*O jornalista viajou para a Expodireto Cotrijal a convite da Bayer CropScience.

3 comentários

  1. Bayer Technology Map Corte e Tomada de Decisão em 17 de março de 2019 às 06:12

    […] (adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({}); Source link […]

  2. André E3S em 17 de março de 2019 às 13:59

    Boa, iniciativa, mas acredito que nossos problemas sejam tão básicos que esta ferramenta irá nos proporcionar informações mais ajustadas após a correção dos mesmos. Falta-nos correção e manejo de solos adequada, voltar a fazer rotação de culturas, uso de cobertura de solos, incrementar matéria orgânica, sistematização de áreas (curvas de nível), projeto de formação de perfil a longo prazo, distribuição correta de corretivos e adubação, ajuste por região e cultivar de espaçamento, distribuição adequada na semeadura, fornecimento e consciência do produtor que a semente deve ser de alta qualidade, proteção de cultivos inteligente, descoberta e uso de Imputs de alta resposta. A lição de casa é extensa, apesar das ferramentas modernas úteis para nos auxiliar, na chamada agricultura digital, só teremos evolução após fazer o básico de forma eficiente e sistemática. Para usuários de equipamentos Jhon Deere já existe uma plataforma semelhante é gratuito para clientes, sugiro dar uma olhada e ver se atende as expectativas.
    Enfim, desejo a todos coragem para fazer o que deve ser feito, a ferramenta só será útil mediante isso.

    Abraço,

    André

    • João Francisco em 22 de março de 2019 às 18:54

      Tudo que se mede se melhora! Nós só vamos conseguir saber o impacto do nosso manejo medindo. A ferramenta ajuda muito! A Jonh Deere tem a plataforma, mas eu que tenho diversas máquinas na fazenda, a solução foi o Field View que integra quase todas.

      Abs

      JF

Deixe um Comentário





Mais Notícias