Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Nova semeadora promete economizar insumos e aumentar produtividade

ACESSO À TECNOLOGIA

Nova semeadora promete economizar insumos e aumentar produtividade

Antes disponível apenas para grandes produtores, a tecnologia foi embarcada em um maquinário ideal para os pequenos e médios agricultores

18 de março de 2019 às 17h57
Por José Florentino, de Não-Me-Toque (RS)*
semeadora pneumática da Kuhn

Foto: divulgação/Kuhn

O sistema de distribuição pneumática de sementes e fertilizantes presente nas semeadoras quadra Air-Flow 9000 e 10000 chamou a atenção de agricultores. Mas por serem máquinas grandes, com 60 linhas, não compensavam para pequenos e médios produtores rurais.

A Kuhn respondeu à demanda desenvolvendo uma versão menor: a quadra 7500. “Ouvimos de agricultores: ‘ah, meu vizinho tem uma, mas é muito grande para os meus tratores’. Agora, a tecnologia é acessível a todos”, comemora o especialista de produto da marca, Felipe Zolet. O lançamento oficial do produto aconteceu na Expodireto Cotrijal, feira agropecuária realizada em Não-Me-Toque (RS), na semana passada.

De acordo com Zolet, o sistema economiza insumos e aumenta a produtividade. “Também apresenta um melhor desempenho, pois tem grande capacidade de armazenamento. Então, ela anda muito antes de precisar parar”, afirma.

O especialista explica que o rotor do maquinário mede a dosagem ou quantidade escolhida pelo produtor e encaminha para uma cabeça de distribuição. Este segundo componente divide igualmente e manda, por meio de um fluxo de ar, para as linhas. “O que faz dele um sistema autolimpante, porque além de conduzir o insumo, a corrente de ar também limpa os tubos”, afirma.

semeadora pneumática da Kuhn

Foto: José Florentino/Canal Rural

Investimento é tendência

A tecnologia, exclusiva da Kuhn no Brasil, já está em uso em lavouras e tem dado resultado. Zolet conta que um produtor de arroz do Rio Grande do Sul constatou economia de 10% na aplicação de adubo e acréscimo de 6% na produtividade. “Outro, que usa no plantio de trigo, aumentou a produção em 10 sacas por hectare”, relata.

Para Zolet, a agricultura 4.0 é um caminho sem volta. “Mesmo os pequenos começaram a buscar equipamentos com mais tecnologia, como sensoriamento e tomada de dados”, diz. “Isso marca uma mudança de mentalidade. No começo, eles estavam receosos, mas viram os resultados. Quem não correr atrás, vai ter perdas de produtividade”, completa.

*O jornalista viajou para a Expodireto Cotrijal a convite da Bayer CropScience.

1 comentário

  1. Adriano Pereira Ribeiro em 18 de março de 2019 às 22:09

    Tecnologia 4.0 é evolução, economia, produtividade e sustentabilidade!

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Nova semeadora promete economizar insumos e aumentar produtividade

ACESSO À TECNOLOGIA

Nova semeadora promete economizar insumos e aumentar produtividade

Antes disponível apenas para grandes produtores, a tecnologia foi embarcada em um maquinário ideal para os pequenos e médios agricultores

18 de março de 2019 às 17h57
Por José Florentino, de Não-Me-Toque (RS)*
semeadora pneumática da Kuhn

Foto: divulgação/Kuhn

O sistema de distribuição pneumática de sementes e fertilizantes presente nas semeadoras quadra Air-Flow 9000 e 10000 chamou a atenção de agricultores. Mas por serem máquinas grandes, com 60 linhas, não compensavam para pequenos e médios produtores rurais.

A Kuhn respondeu à demanda desenvolvendo uma versão menor: a quadra 7500. “Ouvimos de agricultores: ‘ah, meu vizinho tem uma, mas é muito grande para os meus tratores’. Agora, a tecnologia é acessível a todos”, comemora o especialista de produto da marca, Felipe Zolet. O lançamento oficial do produto aconteceu na Expodireto Cotrijal, feira agropecuária realizada em Não-Me-Toque (RS), na semana passada.

De acordo com Zolet, o sistema economiza insumos e aumenta a produtividade. “Também apresenta um melhor desempenho, pois tem grande capacidade de armazenamento. Então, ela anda muito antes de precisar parar”, afirma.

O especialista explica que o rotor do maquinário mede a dosagem ou quantidade escolhida pelo produtor e encaminha para uma cabeça de distribuição. Este segundo componente divide igualmente e manda, por meio de um fluxo de ar, para as linhas. “O que faz dele um sistema autolimpante, porque além de conduzir o insumo, a corrente de ar também limpa os tubos”, afirma.

semeadora pneumática da Kuhn

Foto: José Florentino/Canal Rural

Investimento é tendência

A tecnologia, exclusiva da Kuhn no Brasil, já está em uso em lavouras e tem dado resultado. Zolet conta que um produtor de arroz do Rio Grande do Sul constatou economia de 10% na aplicação de adubo e acréscimo de 6% na produtividade. “Outro, que usa no plantio de trigo, aumentou a produção em 10 sacas por hectare”, relata.

Para Zolet, a agricultura 4.0 é um caminho sem volta. “Mesmo os pequenos começaram a buscar equipamentos com mais tecnologia, como sensoriamento e tomada de dados”, diz. “Isso marca uma mudança de mentalidade. No começo, eles estavam receosos, mas viram os resultados. Quem não correr atrás, vai ter perdas de produtividade”, completa.

*O jornalista viajou para a Expodireto Cotrijal a convite da Bayer CropScience.

1 comentário

  1. Adriano Pereira Ribeiro em 18 de março de 2019 às 22:09

    Tecnologia 4.0 é evolução, economia, produtividade e sustentabilidade!

Deixe um Comentário





Mais Notícias