faça você mesmo

Saiba como montar um desidratador de alimentos de baixo custo

As peças para a montagem do aparelho são simples e podem ser facilmente encontradas no comércio. O passo a passo foi desenvolvido pela Embrapa

Foto: Embrapa/Divulgação

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) elaborou um passo a passo para para a construção de um desidratador de baixo custo. Segundo o pesquisador Félix Cornejo, apesar de a desidratação ser uma das técnicas mais antigas de conservação de alimentos, o procedimento continua atual e eficaz.

“Esse trabalho visa suprir uma demanda de tecnologias para atender à pequena produção que dispõe de poucos recursos financeiros”, diz.

As peças para a montagem do desidratador são simples e podem ser facilmente encontradas no comércio. Como explica o pesquisador, o sistema de secagem é montado dentro de uma caixa de isopor, onde é instalado o sistema de aquecimento com ventilação e uma estrutura de tubos de PVC com bandejas.

“O aquecimento e a circulação do ar de secagem são realizados por um aquecedor de ambiente composto por resistências elétricas e ventilação”.

A desidratação deve ser feita separadamente para cada tipo de matéria-prima, que inclui frutas, plantas medicinais, ervas aromáticas, condimentos, legumes e tubérculos.

As frutas colocadas no desidratador devem ter um tamanho uniforme. O pesquisador orienta que sejam utilizadas temperaturas de 40º a 50°C para vegetais folhosos e condimentos e de 60º a 70°C para frutas, legumes e tubérculos. A temperatura pode ser ajustada no próprio aquecedor.

O instituto também disponibilizou um documento, que explica todos os detalhes sobre montagem, utilização e noções de boas práticas de processamento de alimentos. 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Um comentário em “Saiba como montar um desidratador de alimentos de baixo custo

css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil