ESTIMATIVA

Produção de grãos deve cair 4,7% na safra 2017/2018

O destaque ficou para a primeira safra de milho, que terá queda de 17,8%, e a soja com recuo de 4,3%, no entanto, a safra do algodão deve crescer 10,5%

A produção de grãos na safra 2017/2018 deverá atingir 226,5 milhões de toneladas. O número representa um recuo de 4,7% em relação à safra passada, que atingiu 237,7 milhões de toneladas e foi considerada um feito excepcional do setor agrícola brasileiro.

O dado foi divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta terça-feira, dia 12, e faz parte do 3º levantamento da safra de grãos. Segundo a entidade as culturas da soja e do milho continuam sendo a preferência do produtor rural, e respondem por cerca de 89% dos grãos produzidos do país.

Soja
A soja deverá alcançar 109,2 milhões de toneladas contra 114,1 milhões de toneladas do último período. O número representa um recuo de 4,3% em relação à safra anterior.

A lavoura de soja tem sido a protagonista no aumento da área e produção de grãos no país. Sua maior liquidez e a possibilidade de melhor rentabilidade em relação a outras culturas fazem com que os produtores se sintam estimulados a continuar apostando na cultura.

Neste levantamento, o crescimento da área está sendo estimado em 3,1% em relação ao ano passado, atingindo 34,9 mil hectares.

Milho
Já a expectativa para a safra de milho total é de 92,2 milhões, contra 97,8 milhões de toneladas distribuídos entre primeira e segunda safras no período 2016/2017. A expectativa é de redução de 5,7% na produção total do cereal.

A primeira safra pode alcançar números menores no ciclo atual e ficar em 25 milhões de toneladas, o que significa uma queda de 17,8% na produção em relação ao ciclo 2016/2017. Enquanto que a segunda safra pode alcançar 67,2 milhões de toneladas, quase igualando ao registro da produção passada de 67,4 milhões de toneladas, com leve recuo de 0,3%.

Algodão
Por outro lado, o algodão em pluma deve alcançar uma produção de 1,7 milhão de toneladas, com aumento de 10,5% na produção e de 11% na área.

Feijão
A produção de feijão total neste ciclo deverá chegar em 3,2 milhões de toneladas, contra 3,3 milhões de toneladas na safra anterior. O número representa um recuo de 3,5%. A produção do feijão na primeira safra deve atingir 1,2 milhões de toneladas, com queda de 11,2%.

A segunda safra também deverá chegar a 1,2 milhões de toneladas, mas com alta de 4,9% em relação ao período anterior. Já a terceira safra da cultura está estimada em 812 mil toneladas, com baixa de 3%

Arroz
Para o arroz, a Conab projeta uma safra de 11,6 milhões de toneladas, com recuo de 5,8%. A produção de sequeiro deve cair 9,5% e a irrigada 5,4%.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil