banner-3

CONHECIMENTO É PODER!

Ministério se alia à FAO para centralizar dados sobre perdas na agricultura

Segundo estudioso, existem muitas informações sobre o setor, mas falta integração entre instituições para juntá-las e criar um mapa da realidade do Brasil

10 de junho de 2019 às 14h45
Por Estadão Conteúdo
Aperto de mãos

Foto: Pixabay

O Ministério da Agricultura está participando de um projeto com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) que tem por objetivo constituir um sistema centralizado de coleta de dados sobre perdas e danos na agricultura.

De acordo com a pasta, em nota divulgada nesta segunda-feira, dia 10, a ideia é identificar o que já está sendo feito na coleta de dados sobre perdas e danos, quais são as instituições envolvidas e, ao fim, ter um mapa do que já existe e gerar recomendações de como elaborar um sistema centralizado para a agricultura brasileira.

O professor Gilson Martins, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), comenta que há dados, mas muitas vezes não há uma conversa entre as instituições. “Há a necessidade de uma integração maior para que se consiga juntar as informações e oferecê-las de forma adequada”, continua o professor.

Ainda de acordo com o ministério, o projeto está sendo desenvolvido pela FAO em vários países, dentro dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Ao fim do trabalho, as recomendações serão reunidas em um relatório final, que deve estar pronto em agosto.

Deixe um Comentário





banner-3

CONHECIMENTO É PODER!

Ministério se alia à FAO para centralizar dados sobre perdas na agricultura

Segundo estudioso, existem muitas informações sobre o setor, mas falta integração entre instituições para juntá-las e criar um mapa da realidade do Brasil

10 de junho de 2019 às 14h45
Por Estadão Conteúdo
Aperto de mãos

Foto: Pixabay

O Ministério da Agricultura está participando de um projeto com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) que tem por objetivo constituir um sistema centralizado de coleta de dados sobre perdas e danos na agricultura.

De acordo com a pasta, em nota divulgada nesta segunda-feira, dia 10, a ideia é identificar o que já está sendo feito na coleta de dados sobre perdas e danos, quais são as instituições envolvidas e, ao fim, ter um mapa do que já existe e gerar recomendações de como elaborar um sistema centralizado para a agricultura brasileira.

O professor Gilson Martins, da Universidade Federal do Paraná (UFPR), comenta que há dados, mas muitas vezes não há uma conversa entre as instituições. “Há a necessidade de uma integração maior para que se consiga juntar as informações e oferecê-las de forma adequada”, continua o professor.

Ainda de acordo com o ministério, o projeto está sendo desenvolvido pela FAO em vários países, dentro dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Ao fim do trabalho, as recomendações serão reunidas em um relatório final, que deve estar pronto em agosto.

Deixe um Comentário