Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Milho » Plantio de milho no Centro-Sul do país atinge 15% da área; chuvas favorecem

SEMEADURA ADIANTADA

Plantio de milho no Centro-Sul do país atinge 15% da área; chuvas favorecem

Somar Meteorologia indica que clima deve continuar favorável, mas alerta para ondas de períodos chuvosos na fase final do grão no Rio Grande do Sul

16 de setembro de 2019 às 12h09
Por Canal Rural, com informações da Agência Safras
milho

Foto: Pixabay

O plantio de milho verão no Centro-Sul do Brasil atingiu 15,2% da área até a última sexta-feira, 13. Os dados fazem parte do levantamento da consultoria Safras & Mercado, que projeta um total plantado com o cereal de 3,9 milhões de hectares. Os trabalhos de campo da safra 2019/2020 seguem adiantados na comparação com o mesmo período do ano passado, quando 12,2% da área estava semeada.

Os produtores gaúchos são os mais adiantados em relação aos outros estados. A consultoria indica que no Rio Grande do Sul, 43% da área, projetada em 1,1 milhão de hectares, já estava plantada.

Em Santa Catarina, o plantio está em 16% da área, prevista em 659 mil hectares. No Paraná o cultivo está 4% concluído, de um total de 482 mil hectares. Nos demais estados os trabalhos ainda estão por iniciar.

Previsão do tempo

A Somar Meteorologia indica que o clima deve continuar favorável ao plantio do cereal em um primeiro momento. Isso porque mesmo com o fim do fenômeno El Niño, sistemas de chuvas ainda se concentram no Sul do país, o que favorece a semeadura do grão.

No entanto, entre outubro e novembro, o Rio Grande do Sul pode enfrentar ondas de períodos mais chuvosos, podendo prejudicar a fase final de desenvolvimento do milho. “Pode ser ruim para o milho, mas deve ser bom para a soja que vai entrar no campo”, comenta a editora do tempo e clima do Canal Rural, Pryscilla Paiva.

Entre dezembro e janeiro, a previsão do tempo indica períodos de estiagem regionalizados no Sul.

Nova call to action

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Milho » Plantio de milho no Centro-Sul do país atinge 15% da área; chuvas favorecem

SEMEADURA ADIANTADA

Plantio de milho no Centro-Sul do país atinge 15% da área; chuvas favorecem

Somar Meteorologia indica que clima deve continuar favorável, mas alerta para ondas de períodos chuvosos na fase final do grão no Rio Grande do Sul

16 de setembro de 2019 às 12h09
Por Canal Rural, com informações da Agência Safras
milho

Foto: Pixabay

O plantio de milho verão no Centro-Sul do Brasil atingiu 15,2% da área até a última sexta-feira, 13. Os dados fazem parte do levantamento da consultoria Safras & Mercado, que projeta um total plantado com o cereal de 3,9 milhões de hectares. Os trabalhos de campo da safra 2019/2020 seguem adiantados na comparação com o mesmo período do ano passado, quando 12,2% da área estava semeada.

Os produtores gaúchos são os mais adiantados em relação aos outros estados. A consultoria indica que no Rio Grande do Sul, 43% da área, projetada em 1,1 milhão de hectares, já estava plantada.

Em Santa Catarina, o plantio está em 16% da área, prevista em 659 mil hectares. No Paraná o cultivo está 4% concluído, de um total de 482 mil hectares. Nos demais estados os trabalhos ainda estão por iniciar.

Previsão do tempo

A Somar Meteorologia indica que o clima deve continuar favorável ao plantio do cereal em um primeiro momento. Isso porque mesmo com o fim do fenômeno El Niño, sistemas de chuvas ainda se concentram no Sul do país, o que favorece a semeadura do grão.

No entanto, entre outubro e novembro, o Rio Grande do Sul pode enfrentar ondas de períodos mais chuvosos, podendo prejudicar a fase final de desenvolvimento do milho. “Pode ser ruim para o milho, mas deve ser bom para a soja que vai entrar no campo”, comenta a editora do tempo e clima do Canal Rural, Pryscilla Paiva.

Entre dezembro e janeiro, a previsão do tempo indica períodos de estiagem regionalizados no Sul.

Nova call to action

Deixe um Comentário





Mais Notícias