Home » Notícias » Agricultura » Milho » Milho: previsão de novo recorde de produção e exportação esfria mercado

ANÁLISE

Milho: previsão de novo recorde de produção e exportação esfria mercado

Segundo o Cepea, os dados divulgados pela Conab afastaram principalmente os compradores; produtores se dedicam à colheita da segunda safra

15 de julho de 2019 às 18h05
Por Canal Rural
saca de milho em grão

Foto: Ascom/Seagri

O volume de negócios no mercado físico do milho caiu nos últimos dias ante à projeção da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra do grão, que aponta novos recordes na produção e exportação nacional, informa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Segundo a entidade, a ponta compradora foi a que mais se ausentou.

Do lado vendedor, após as chuvas verificadas na semana anterior, produtores voltaram a se concentrar na colheita da segunda safra e também na entrega de lotes já vendidos.

O indicador Esalq/BM&FBovespa mostra que o preço da saca de 60 quilos, em Campinas (SP), fechou a R$ 37,21, recuo de 0,21% entre 5 e 12 de julho. No acumulado do mês, a baixa é de 4,22%.

1 comentário

  1. Laurentino Gomes de souza em 16 de julho de 2019 às 05:52

    Não entendemos porquê toda vez de pagar as contas nossos produto dispenqua de preço

Deixe um Comentário





Home » Notícias » Agricultura » Milho » Milho: previsão de novo recorde de produção e exportação esfria mercado

ANÁLISE

Milho: previsão de novo recorde de produção e exportação esfria mercado

Segundo o Cepea, os dados divulgados pela Conab afastaram principalmente os compradores; produtores se dedicam à colheita da segunda safra

15 de julho de 2019 às 18h05
Por Canal Rural
saca de milho em grão

Foto: Ascom/Seagri

O volume de negócios no mercado físico do milho caiu nos últimos dias ante à projeção da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra do grão, que aponta novos recordes na produção e exportação nacional, informa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Segundo a entidade, a ponta compradora foi a que mais se ausentou.

Do lado vendedor, após as chuvas verificadas na semana anterior, produtores voltaram a se concentrar na colheita da segunda safra e também na entrega de lotes já vendidos.

O indicador Esalq/BM&FBovespa mostra que o preço da saca de 60 quilos, em Campinas (SP), fechou a R$ 37,21, recuo de 0,21% entre 5 e 12 de julho. No acumulado do mês, a baixa é de 4,22%.

1 comentário

  1. Laurentino Gomes de souza em 16 de julho de 2019 às 05:52

    Não entendemos porquê toda vez de pagar as contas nossos produto dispenqua de preço

Deixe um Comentário





Mais Notícias