Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Milho » Foto mostrando atraso na safra de milho dos EUA viraliza nas redes sociais

CHUVAS PREJUDICARAM

Foto mostrando atraso na safra de milho dos EUA viraliza nas redes sociais

Na imagem, o produtor rural Kyle Cline, de Indiana, quantifica o tamanho do atraso no desenvolvimento das lavouras do cereal

24 de junho de 2019 às 15h43
Por Francielle Bertolacini, de São Paulo

Produtor rural Kyle Cline, de Indiana (EUA), um ano atrás e atualmente

Uma imagem comparando o plantio de milho nos Estados Unidos atualmente com o do ano passado viralizou nas redes sociais. Nas fotos, o produtor rural Kyle Cline, de Indiana, aparece de braços levantados para demonstrar o quanto a semeadura na propriedade rural está atrasada.

No Facebook, Katie Staton, que é amiga do agricultor e publicou as fotos, comentou que os produtores rurais dos EUA enfrentam uma grave crise e que a imagem foi uma maneira de fazer as pessoas que pensam que os agricultores são “ricos” ou “gananciosos” refletirem.

“A foto à esquerda? Este é Kyle há um ano em Indiana. A foto à direita? É Kyle hoje; mesmo campo, mesmo ponto. Essas duas fotos falam muito da crise que os agricultores americanos enfrentam nesta primavera. Kyle tem cerca de 1,90 de altura e o milho estava quase acima de sua cabeça. A maior parte do milho da nossa área tem sorte de estar emergindo, mas bem abaixo da altura do joelho. Esta é apenas uma reflexão para aqueles que pensam que os agricultores são “ricos” ou “gananciosos”. É a razão pela qual os preços dos alimentos e do gás vão subir à medida que o verão avança. Eu oro por aqueles que não tiveram ou ainda não conseguiram realizar suas colheitas – por sua segurança e saúde mental. Este ano será de recordar”, disse em publicação que teve mais de 78 mil compartilhamentos.

Por conta de problemas climáticos que prejudicaram as lavouras, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu fortemente sua estimativa para a produção doméstica de milho na temporada 2019/2020. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, publicado no início de junho, o governo dos EUA cortou a projeção de 15,03 bilhões para 13,68 bilhões de bushels, o que equivale a 347,47 milhões de toneladas. O número representa o menor volume desde a temporada 2015/2016.

Além disso, a previsão de rendimento também foi reduzida de 11,05 toneladas por hectare para 10,42 toneladas por hectare, ante expectativa de analistas de 10,69 toneladas por hectare.

Plantio de milho ainda não acabou

De acordo com o último relatório do USDA, divulgado na segunda-feira, dia 17, o plantio de milho no país atingiu 92%, contra 100% no mesmo período do ano passado. Na semana passada, os trabalhos estavam em 83%. Ainda segundo a entidade, 59% das lavouras estavam entre boas e excelentes condições, 31% em situação regular e 10% em condições entre ruins e muito ruins.

Nova call to action

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Milho » Foto mostrando atraso na safra de milho dos EUA viraliza nas redes sociais

CHUVAS PREJUDICARAM

Foto mostrando atraso na safra de milho dos EUA viraliza nas redes sociais

Na imagem, o produtor rural Kyle Cline, de Indiana, quantifica o tamanho do atraso no desenvolvimento das lavouras do cereal

24 de junho de 2019 às 15h43
Por Francielle Bertolacini, de São Paulo

Produtor rural Kyle Cline, de Indiana (EUA), um ano atrás e atualmente

Uma imagem comparando o plantio de milho nos Estados Unidos atualmente com o do ano passado viralizou nas redes sociais. Nas fotos, o produtor rural Kyle Cline, de Indiana, aparece de braços levantados para demonstrar o quanto a semeadura na propriedade rural está atrasada.

No Facebook, Katie Staton, que é amiga do agricultor e publicou as fotos, comentou que os produtores rurais dos EUA enfrentam uma grave crise e que a imagem foi uma maneira de fazer as pessoas que pensam que os agricultores são “ricos” ou “gananciosos” refletirem.

“A foto à esquerda? Este é Kyle há um ano em Indiana. A foto à direita? É Kyle hoje; mesmo campo, mesmo ponto. Essas duas fotos falam muito da crise que os agricultores americanos enfrentam nesta primavera. Kyle tem cerca de 1,90 de altura e o milho estava quase acima de sua cabeça. A maior parte do milho da nossa área tem sorte de estar emergindo, mas bem abaixo da altura do joelho. Esta é apenas uma reflexão para aqueles que pensam que os agricultores são “ricos” ou “gananciosos”. É a razão pela qual os preços dos alimentos e do gás vão subir à medida que o verão avança. Eu oro por aqueles que não tiveram ou ainda não conseguiram realizar suas colheitas – por sua segurança e saúde mental. Este ano será de recordar”, disse em publicação que teve mais de 78 mil compartilhamentos.

Por conta de problemas climáticos que prejudicaram as lavouras, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu fortemente sua estimativa para a produção doméstica de milho na temporada 2019/2020. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, publicado no início de junho, o governo dos EUA cortou a projeção de 15,03 bilhões para 13,68 bilhões de bushels, o que equivale a 347,47 milhões de toneladas. O número representa o menor volume desde a temporada 2015/2016.

Além disso, a previsão de rendimento também foi reduzida de 11,05 toneladas por hectare para 10,42 toneladas por hectare, ante expectativa de analistas de 10,69 toneladas por hectare.

Plantio de milho ainda não acabou

De acordo com o último relatório do USDA, divulgado na segunda-feira, dia 17, o plantio de milho no país atingiu 92%, contra 100% no mesmo período do ano passado. Na semana passada, os trabalhos estavam em 83%. Ainda segundo a entidade, 59% das lavouras estavam entre boas e excelentes condições, 31% em situação regular e 10% em condições entre ruins e muito ruins.

Nova call to action

Deixe um Comentário





Mais Notícias