Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Milho » Cotações do milho despencam mais de 2,6% em Chicago

CONTRATOS FUTUROS

Cotações do milho despencam mais de 2,6% em Chicago

Os contratos futuros do milho despencaram mais de 2,6% nesta quinta, dia 18, segundo a Safras & Mercado. Segundo a consultoria, as cotações foram pressionadas pela previsão de temperaturas amenas no cinturão produtor norte-americano e pela fraca demanda. Dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) mostram que as vendas norte americanas, na semana…

18 de julho de 2019 às 17h41
Por Agência Safras

Os contratos futuros do milho despencaram mais de 2,6% nesta quinta, dia 18, segundo a Safras & Mercado. Segundo a consultoria, as cotações foram pressionadas pela previsão de temperaturas amenas no cinturão produtor norte-americano e pela fraca demanda.

Dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) mostram que as vendas norte americanas, na semana encerrada em 11 de julho, totalizaram 333 mil toneladas somando negócios das safras 2018/2019 e 2019/2020. Analistas esperavam entre 450 mil e 750 mil toneladas.

Os contratos de milho com entrega em setembro fecharam a US$ 4,24, baixa de 2,63% em relação ao fechamento anterior. A posição dezembro de terminou a US$ 4,29 por bushel, recuo de 2,66%.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Milho » Cotações do milho despencam mais de 2,6% em Chicago

CONTRATOS FUTUROS

Cotações do milho despencam mais de 2,6% em Chicago

Os contratos futuros do milho despencaram mais de 2,6% nesta quinta, dia 18, segundo a Safras & Mercado. Segundo a consultoria, as cotações foram pressionadas pela previsão de temperaturas amenas no cinturão produtor norte-americano e pela fraca demanda. Dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) mostram que as vendas norte americanas, na semana…

18 de julho de 2019 às 17h41
Por Agência Safras

Os contratos futuros do milho despencaram mais de 2,6% nesta quinta, dia 18, segundo a Safras & Mercado. Segundo a consultoria, as cotações foram pressionadas pela previsão de temperaturas amenas no cinturão produtor norte-americano e pela fraca demanda.

Dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) mostram que as vendas norte americanas, na semana encerrada em 11 de julho, totalizaram 333 mil toneladas somando negócios das safras 2018/2019 e 2019/2020. Analistas esperavam entre 450 mil e 750 mil toneladas.

Os contratos de milho com entrega em setembro fecharam a US$ 4,24, baixa de 2,63% em relação ao fechamento anterior. A posição dezembro de terminou a US$ 4,29 por bushel, recuo de 2,66%.

Deixe um Comentário





Mais Notícias