Home » Notícias » Agricultura » Milho » Milho: Chicago mantém perdas no meio-pregão

MERCADO FUTURO

Milho: Chicago mantém perdas no meio-pregão

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho opera com preços mais baixos no meio-pregão de hoje. O mercado é pressionado pelo indicativo de temperaturas mais amenas para o cinturão produtor norte-americano, bem como pela demanda para o cereal. As vendas líquidas norte-americanas de milho para a temporada comercial 2018/19, que tem início…

18 de julho de 2019 às 13h49
Por Agência Safras

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho opera com preços mais baixos no meio-pregão de hoje. O mercado é pressionado pelo indicativo de temperaturas mais amenas para o cinturão produtor norte-americano, bem como pela demanda para o cereal. As vendas líquidas norte-americanas de milho para a temporada comercial 2018/19, que tem início no dia 1o de setembro, ficaram em 200.000 toneladas na semana encerrada em 11 de julho. Representa uma retração de 60% frente à semana anterior e de 21% ante à média das últimas quatro semanas. O maior importador foi o Japão, com 144.300 toneladas.

Para a temporada 2019/20, ficaram em 133.000 toneladas. Os analistas esperavam exportações entre 450 mil e 750 mil toneladas. As informações são do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

A posição setembro opera com baixa de 9,00 centavos em relação ao fechamento anterior, ou 2,06%, cotada a US$ 4,27 por bushel. A posição dezembro está cotada a US$ 4,32 por bushel, perda de 9,50 centavos em relação ao fechamento anterior, ou 2,15%.

Deixe um Comentário





Home » Notícias » Agricultura » Milho » Milho: Chicago mantém perdas no meio-pregão

MERCADO FUTURO

Milho: Chicago mantém perdas no meio-pregão

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho opera com preços mais baixos no meio-pregão de hoje. O mercado é pressionado pelo indicativo de temperaturas mais amenas para o cinturão produtor norte-americano, bem como pela demanda para o cereal. As vendas líquidas norte-americanas de milho para a temporada comercial 2018/19, que tem início…

18 de julho de 2019 às 13h49
Por Agência Safras

A Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) para o milho opera com preços mais baixos no meio-pregão de hoje. O mercado é pressionado pelo indicativo de temperaturas mais amenas para o cinturão produtor norte-americano, bem como pela demanda para o cereal. As vendas líquidas norte-americanas de milho para a temporada comercial 2018/19, que tem início no dia 1o de setembro, ficaram em 200.000 toneladas na semana encerrada em 11 de julho. Representa uma retração de 60% frente à semana anterior e de 21% ante à média das últimas quatro semanas. O maior importador foi o Japão, com 144.300 toneladas.

Para a temporada 2019/20, ficaram em 133.000 toneladas. Os analistas esperavam exportações entre 450 mil e 750 mil toneladas. As informações são do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

A posição setembro opera com baixa de 9,00 centavos em relação ao fechamento anterior, ou 2,06%, cotada a US$ 4,27 por bushel. A posição dezembro está cotada a US$ 4,32 por bushel, perda de 9,50 centavos em relação ao fechamento anterior, ou 2,15%.

Deixe um Comentário





Mais Notícias