EM MARÇO

Milho: avanço da safra verão faz preço cair mais de 8%

Além disso, diante de um cenário de maior oferta, compradores retraíram os negócios na espera de cotações mais baixas

lavoura de milho
Foto: Sistema Faep

O avanço da colheita da primeira safra de milho no Brasil diminuiu os preços do cereal. O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), ressalta que a entrada do grão no mercado interno aumentou a necessidade de venda dos produtores rurais.

No acumulado de março, o indicador Esalq/BM&FBovespa já recuou 8,24%, fechando a R$ 38,84 a saca. A média do milho em Campinas (SP), fechou a segunda-feira, dia 25, em R$ 38,03, com baixa de 7,38% no mês.

O cenário de queda foi estimulado também pela retração dos compradores de milho, que esperam novas baixas nos próximos dias. “Eles estão atentos ao clima, que segue favorecendo o desenvolvimento das lavouras, contexto que reforça a expectativa de oferta elevada”, disse o Cepea em boletim.

Nova call to action

O último levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) indicou que a safra verão de milho no Brasil deve atingir 26.2 milhões de toneladas, contra 26.8 milhões de toneladas no ano anterior, com alta de 2,2%.

No entanto, em relação a produção total do cereal, o órgão oficial estima uma safra de 92.8 milhões de toneladas, alta de 15% em comparação com o ciclo anterior e a segunda maior da produção história.

 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


css.php
Assine grátis a melhor newsletter sobre agronegócios do Brasil