Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Assembleia Legislativa prorroga incentivos fiscais em Santa Catarina

BOA NOTÍCIA!

Assembleia Legislativa prorroga incentivos fiscais em Santa Catarina

O projeto de lei foi aprovado nesta quarta, 7, por unanimidade, segundo a Agência Alesc; medida precisa ser sancionada pelo governador Carlos Moisés

07 de agosto de 2019 às 17h29
Por Canal Rural
preço do milho

Na prática, a medida mantém até o dia 31 de agosto os incentivos fiscais. Foto: Sistema Famasul

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina prorrogou os incentivos fiscais a diversos segmentos econômicos, entre eles a agropecuária. De autoria da Comissão de Finanças e Tributação, o projeto de lei foi aprovado nesta quarta, 7, em dois turnos, por unanimidade, segundo a Agência Alesc.

Na prática, a medida mantém até o dia 31 de agosto a alíquota de 7% no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) cobrado a diversos produtos, como carnes de suínos e aves, água, erva-mate, lacticínios, farinha de trigo, cerâmica vermelha, entre outros, além da isenção aos defensivos agrícolas.

O projeto aprovado inclui ainda uma emenda modificativa, de autoria do relator, deputado Milton Hobus (PSD), para tornar os efeitos do projeto coincidentes com o novo prazo concedido pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) para a vigência dos benefícios nos estados. A matéria segue, agora, para sanção ou não do governador Carlos Moisés (PSL).

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Assembleia Legislativa prorroga incentivos fiscais em Santa Catarina

BOA NOTÍCIA!

Assembleia Legislativa prorroga incentivos fiscais em Santa Catarina

O projeto de lei foi aprovado nesta quarta, 7, por unanimidade, segundo a Agência Alesc; medida precisa ser sancionada pelo governador Carlos Moisés

07 de agosto de 2019 às 17h29
Por Canal Rural
preço do milho

Na prática, a medida mantém até o dia 31 de agosto os incentivos fiscais. Foto: Sistema Famasul

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina prorrogou os incentivos fiscais a diversos segmentos econômicos, entre eles a agropecuária. De autoria da Comissão de Finanças e Tributação, o projeto de lei foi aprovado nesta quarta, 7, em dois turnos, por unanimidade, segundo a Agência Alesc.

Na prática, a medida mantém até o dia 31 de agosto a alíquota de 7% no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) cobrado a diversos produtos, como carnes de suínos e aves, água, erva-mate, lacticínios, farinha de trigo, cerâmica vermelha, entre outros, além da isenção aos defensivos agrícolas.

O projeto aprovado inclui ainda uma emenda modificativa, de autoria do relator, deputado Milton Hobus (PSD), para tornar os efeitos do projeto coincidentes com o novo prazo concedido pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) para a vigência dos benefícios nos estados. A matéria segue, agora, para sanção ou não do governador Carlos Moisés (PSL).

Deixe um Comentário





Mais Notícias