Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Safra 2018/2019 de grãos pode chegar a R$ 244 milhões de toneladas, diz CNA

ESTIMATIVA

Safra 2018/2019 de grãos pode chegar a R$ 244 milhões de toneladas, diz CNA

No caso da soja, a Conab estima produção de 115 milhões de toneladas, mas a oleaginosa pode render 117 milhões de toneladas, afirma assessor da entidade

11 de julho de 2019 às 20h41
Por Estadão Conteúdo
soja e milho

Fotos: Pixabay

A estimativa recorde de colheita de grãos e fibras de 240,7 milhões de toneladas na safra 2018/2019, anunciada nesta quinta-feira, dia 11, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), pode ser superada e chegar a 244 milhões de toneladas, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

“Acreditamos que há potencial para crescer ainda mais”, avaliou em nota o assessor técnico da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da CNA, Alan Malinski. Para ele, o clima favorável e os investimentos dos produtores em tecnologias, como boa adubação e bons tratos culturais, justificam a previsão.

No caso da produção de soja, estimada pela Conab em 115 milhões de toneladas, há espaço para o país atingir 117 milhões de toneladas, conforme o assessor técnico. “Todo o mercado já trabalha com (a perspectiva de) uma safra de soja de 117 milhões (de toneladas). Teríamos mais dois milhões de acréscimo (em relação aos números da Conab)”, destacou.

Quanto ao milho, com colheita projetada em mais de 98 milhões de toneladas pela companhia, haveria possibilidade de superar as 100 milhões de toneladas, em razão do bom desempenho do cereal de segunda safra. “Mais de 50% da safrinha de milho foi colhida, as produtividades estão acima do esperado. Então aí já teríamos mais um milhão e meio a dois milhões de toneladas”, disse Malinski no comunicado.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Safra 2018/2019 de grãos pode chegar a R$ 244 milhões de toneladas, diz CNA

ESTIMATIVA

Safra 2018/2019 de grãos pode chegar a R$ 244 milhões de toneladas, diz CNA

No caso da soja, a Conab estima produção de 115 milhões de toneladas, mas a oleaginosa pode render 117 milhões de toneladas, afirma assessor da entidade

11 de julho de 2019 às 20h41
Por Estadão Conteúdo
soja e milho

Fotos: Pixabay

A estimativa recorde de colheita de grãos e fibras de 240,7 milhões de toneladas na safra 2018/2019, anunciada nesta quinta-feira, dia 11, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), pode ser superada e chegar a 244 milhões de toneladas, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

“Acreditamos que há potencial para crescer ainda mais”, avaliou em nota o assessor técnico da Comissão Nacional de Cereais, Fibras e Oleaginosas da CNA, Alan Malinski. Para ele, o clima favorável e os investimentos dos produtores em tecnologias, como boa adubação e bons tratos culturais, justificam a previsão.

No caso da produção de soja, estimada pela Conab em 115 milhões de toneladas, há espaço para o país atingir 117 milhões de toneladas, conforme o assessor técnico. “Todo o mercado já trabalha com (a perspectiva de) uma safra de soja de 117 milhões (de toneladas). Teríamos mais dois milhões de acréscimo (em relação aos números da Conab)”, destacou.

Quanto ao milho, com colheita projetada em mais de 98 milhões de toneladas pela companhia, haveria possibilidade de superar as 100 milhões de toneladas, em razão do bom desempenho do cereal de segunda safra. “Mais de 50% da safrinha de milho foi colhida, as produtividades estão acima do esperado. Então aí já teríamos mais um milhão e meio a dois milhões de toneladas”, disse Malinski no comunicado.

Deixe um Comentário





Mais Notícias