Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Cana » Acordo Mercosul-UE deve elevar em 7% faturamento de açúcar e etanol

ANÁLISE

Acordo Mercosul-UE deve elevar em 7% faturamento de açúcar e etanol

Segundo a Unica, o tratado zera o imposto de importação de 180 mil toneladas de açúcar e de 562 milhões de litros de etanol para uso industrial ao ano

03 de julho de 2019 às 08h10
Por Agência Safras
Açúcar

Foto: Governo Federal

As quantidades estabelecidas no acordo comercial entre União Europeia e Mercosul, anunciado na última sexta-feira, dia 28, podem elevar o valor exportado de açúcar e etanol para o bloco para mais de R$ 2 bilhões por ano, contra R$ 600 milhões no ano passado. O número, divulgado pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), equivale a 7% do total de recursos gerados pelo país com a exportação total dos produtos em 2018 e leva em consideração que as quantidades estabelecidas sejam plenamente atendidas. 

Segundo a entidade, o tratado entre os blocos define que fica zerado o imposto de importação sobre o volume de 180 mil toneladas de açúcar e de 562 milhões de litros de etanol para uso industrial ao ano. 

“Outros 250 milhões de litros recebem tarifas diferenciadas conforme a aplicação – 0,064 euro por litro para o etanol não-desnaturado (para todos os fins) e 0,03 euro por litro para o etanol desnaturado (álcool com adição de substâncias para impedir o uso em bebidas, alimentos ou produtos farmacêuticos)”, disse a Unica.  

Até o atual acordo, o açúcar do Brasil se enquadrava na cota CXL, de 412 mil toneladas, e na Erga Omnes, de 290 mil toneladas, ambas com uma tarifa intracota de 98 euros por tonelada. No caso do etanol, era aplicada uma tarifa de 0,19 euro por litro para etanol não-desnaturado e de 0,10 euro por litro para etanol desnaturado, o que praticamente impedia o acesso ao mercado.  

“O acordo foi uma grande conquista para o país e (a Unica) parabeniza a diplomacia brasileira, destacando, em especial, a atuação da Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e do Ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Trata-se de um passo importante e que pode levar a uma maior abertura comercial no futuro”, comentou a entidade.

Nova call to action

3 comentários

  1. […] Acordo Mercosul-UE deve elevar em 7% faturamento de açúcar e etanolAgência SafrasSegundo a Unica, o tratado zera o imposto de importação de 180 mil toneladas de açúcar e de 562 milhões de litros de etanol para uso industrial ao ano.Leia mais […]

  2. […] Acordo Mercosul-UE deve elevar em 7% faturamento de açúcar e etanol  Canal Rural […]

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Notícias » Agricultura » Cana » Acordo Mercosul-UE deve elevar em 7% faturamento de açúcar e etanol

ANÁLISE

Acordo Mercosul-UE deve elevar em 7% faturamento de açúcar e etanol

Segundo a Unica, o tratado zera o imposto de importação de 180 mil toneladas de açúcar e de 562 milhões de litros de etanol para uso industrial ao ano

03 de julho de 2019 às 08h10
Por Agência Safras
Açúcar

Foto: Governo Federal

As quantidades estabelecidas no acordo comercial entre União Europeia e Mercosul, anunciado na última sexta-feira, dia 28, podem elevar o valor exportado de açúcar e etanol para o bloco para mais de R$ 2 bilhões por ano, contra R$ 600 milhões no ano passado. O número, divulgado pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), equivale a 7% do total de recursos gerados pelo país com a exportação total dos produtos em 2018 e leva em consideração que as quantidades estabelecidas sejam plenamente atendidas. 

Segundo a entidade, o tratado entre os blocos define que fica zerado o imposto de importação sobre o volume de 180 mil toneladas de açúcar e de 562 milhões de litros de etanol para uso industrial ao ano. 

“Outros 250 milhões de litros recebem tarifas diferenciadas conforme a aplicação – 0,064 euro por litro para o etanol não-desnaturado (para todos os fins) e 0,03 euro por litro para o etanol desnaturado (álcool com adição de substâncias para impedir o uso em bebidas, alimentos ou produtos farmacêuticos)”, disse a Unica.  

Até o atual acordo, o açúcar do Brasil se enquadrava na cota CXL, de 412 mil toneladas, e na Erga Omnes, de 290 mil toneladas, ambas com uma tarifa intracota de 98 euros por tonelada. No caso do etanol, era aplicada uma tarifa de 0,19 euro por litro para etanol não-desnaturado e de 0,10 euro por litro para etanol desnaturado, o que praticamente impedia o acesso ao mercado.  

“O acordo foi uma grande conquista para o país e (a Unica) parabeniza a diplomacia brasileira, destacando, em especial, a atuação da Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e do Ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Trata-se de um passo importante e que pode levar a uma maior abertura comercial no futuro”, comentou a entidade.

Nova call to action

3 comentários

  1. […] Acordo Mercosul-UE deve elevar em 7% faturamento de açúcar e etanolAgência SafrasSegundo a Unica, o tratado zera o imposto de importação de 180 mil toneladas de açúcar e de 562 milhões de litros de etanol para uso industrial ao ano.Leia mais […]

  2. […] Acordo Mercosul-UE deve elevar em 7% faturamento de açúcar e etanol  Canal Rural […]

Deixe um Comentário





Mais Notícias