MERCADO INTERNO

Café: preço em baixa mantém produtor rural retraído na hora da venda

Com a colheita da safra 2018/2019 entrando na reta final, disponibilidade interna do grão aumentou

café no terreiro
Foto: Kim-Ir-Sen Pires Leal/Embrapa

A colheita do café arábica da safra 2018/2019 deve terminar nos próximos dias, contexto que tem elevado a disponibilidade interna do grão. Mesmo assim, os negócios envolvendo a variedade estão limitados no mercado interno.

Segundo colaboradores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), além de grande parte dos produtores estar focada nas entregas já programadas para este mês, os atuais preços no mercado à vista, por conta da grande safra do grão, ainda mantêm vendedores retraídos.

Na quarta-feira, 12, o preço da saca de café arábica, medida pelo indicador Cepea/Esalq, fechou em R$ 422,52. Para o conilon, o valor do produto fechou em R$ 321,61.

Outros fatores que influenciaram a baixa liquidez interna nos últimos dias foram os feriados na segunda-feira, 3, nos Estados Unidos (Dia do Trabalho) e na sexta, 7, no Brasil (Dia da Independência).

Quanto ao conilon, assim como para o arábica, os baixos preços ofertados mantiveram agentes distantes do mercado, com baixa liquidez.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *