MERCADO

Abate de fêmeas em MT atinge o maior patamar em 3 anos

De acordo com o Instituto de Defesa Agropecuária do estado (Indea), houve um aumento de 13,28% no descarte de vacas em 2017

Fonte: MPT-RS/Divulgação

A quantidade de cabeças de gado abatidas em Mato Grosso chegou a 4,96 milhões em 2017, segundo o Instituto de Defesa Agropecuária do estado (Indea). Na comparação com 2016, houve um aumento de 3,55%.

De acordo com o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), a alta no resultado aconteceu basicamente devido ao maior descarte das fêmeas.

Enquanto esta categoria de animais viu seu montante abatido crescer 13,28% na comparação com 2016, os machos registraram queda de 2,64% no total de animais enviados para abate.

Com essa movimentação, o abate de fêmeas cresceu 3,65 pontos percentuais em mato-grossense e atingiu o maior patamar desde 2014.
 
Expectativa
Para 2018, a previsão é que esta tendência persista, já que o criador ainda não visualiza a plena recuperação nas cotações do bezerro e observa na venda das vacas uma forma de fazer caixa.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *