Início » Notícias da Agropecuária » Agronegócio » USDA deve reduzir estimativas de produção e estoques de soja e milho

Estados Unidos

USDA deve reduzir estimativas de produção e estoques de soja e milho

O aguardado relatório mensal de oferta e demanda trará uma combinação dos dados de janeiro e fevereiro devido a paralisação do governo norte-americano

08 de fevereiro de 2019 às 12h25
Por Estadão Conteúdo

Foto: Cidasc

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) deve reduzir nesta sexta-feira, 8, suas estimativas para produção e estoques domésticos de soja e milho. O aguardado relatório mensal de oferta e demanda do USDA trará uma combinação dos dados de janeiro e fevereiro, já que no mês passado o documento não foi publicado por causa da paralisação do governo norte-americano.

Segundo analistas, traders mantiveram uma postura de cautela nesta semana à espera do relatório mensal do USDA, já que outros dados estão sendo publicados com atraso e não mostram a situação atual do mercado.

Segundo analistas a estimativa de produção de soja deve ser reduzida de 125,2 milhões para 124 milhões de toneladas. Já a estimativa para a safra de milho deve ser cortada de 371,5 milhões para 368,53 milhões de toneladas.

Quanto aos estoques de soja nos EUA ao fim da temporada 2018/2019, os analistas preveem uma redução de 26 milhões para 25 milhões de toneladas. O USDA deve reduzir também sua projeção para as reservas de milho, 45,24 milhões para 43,53 milhões de toneladas.

Já a previsão para estoques finais de trigo deve ser elevada de 26,5 milhões para 27 milhões de toneladas.

Nova call to action

Ainda de acordo com os analistas, a previsão para estoques globais de soja deve ser cortada de 115,3 milhões para 113,9 milhões de toneladas. As reservas mundiais de milho serão reduzidas de 308,8 milhões para 307,5 milhões de toneladas, enquanto a projeção para estoques de trigo deve ficar praticamente inalterada, em 268 milhões de toneladas, disseram os analistas.

Atrasos 

Separadamente, o USDA vai publicar seu relatório trimestral de estoques que deveria ter saído em janeiro. O governo dos EUA deve estimar que as reservas domésticas de soja em 1º de dezembro de 2018 somavam 100,35 milhões de toneladas, em comparação a 86 milhões de toneladas um ano antes.

Para o milho, o mercado estima os estoques no começo de dezembro em 307,8 milhões de toneladas, ante 319,2 milhões de toneladas em igual data de 2017. O departamento deve estimar as reservas de trigo em 1º de dezembro em 53,13 milhões de toneladas, de 51 milhões de toneladas um ano antes.

O USDA vai divulgar ainda sua estimativa para a área semeada com trigo de inverno no país em outubro e novembro do ano passado, referente à safra 2019/2020. Segundo os analistas, a área semeada total foi de 12,95 milhões de hectares, ante 13,15 milhões de hectares no ciclo 2018/2019.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Agronegócio » USDA deve reduzir estimativas de produção e estoques de soja e milho

Estados Unidos

USDA deve reduzir estimativas de produção e estoques de soja e milho

O aguardado relatório mensal de oferta e demanda trará uma combinação dos dados de janeiro e fevereiro devido a paralisação do governo norte-americano

08 de fevereiro de 2019 às 12h25
Por Estadão Conteúdo

Foto: Cidasc

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) deve reduzir nesta sexta-feira, 8, suas estimativas para produção e estoques domésticos de soja e milho. O aguardado relatório mensal de oferta e demanda do USDA trará uma combinação dos dados de janeiro e fevereiro, já que no mês passado o documento não foi publicado por causa da paralisação do governo norte-americano.

Segundo analistas, traders mantiveram uma postura de cautela nesta semana à espera do relatório mensal do USDA, já que outros dados estão sendo publicados com atraso e não mostram a situação atual do mercado.

Segundo analistas a estimativa de produção de soja deve ser reduzida de 125,2 milhões para 124 milhões de toneladas. Já a estimativa para a safra de milho deve ser cortada de 371,5 milhões para 368,53 milhões de toneladas.

Quanto aos estoques de soja nos EUA ao fim da temporada 2018/2019, os analistas preveem uma redução de 26 milhões para 25 milhões de toneladas. O USDA deve reduzir também sua projeção para as reservas de milho, 45,24 milhões para 43,53 milhões de toneladas.

Já a previsão para estoques finais de trigo deve ser elevada de 26,5 milhões para 27 milhões de toneladas.

Nova call to action

Ainda de acordo com os analistas, a previsão para estoques globais de soja deve ser cortada de 115,3 milhões para 113,9 milhões de toneladas. As reservas mundiais de milho serão reduzidas de 308,8 milhões para 307,5 milhões de toneladas, enquanto a projeção para estoques de trigo deve ficar praticamente inalterada, em 268 milhões de toneladas, disseram os analistas.

Atrasos 

Separadamente, o USDA vai publicar seu relatório trimestral de estoques que deveria ter saído em janeiro. O governo dos EUA deve estimar que as reservas domésticas de soja em 1º de dezembro de 2018 somavam 100,35 milhões de toneladas, em comparação a 86 milhões de toneladas um ano antes.

Para o milho, o mercado estima os estoques no começo de dezembro em 307,8 milhões de toneladas, ante 319,2 milhões de toneladas em igual data de 2017. O departamento deve estimar as reservas de trigo em 1º de dezembro em 53,13 milhões de toneladas, de 51 milhões de toneladas um ano antes.

O USDA vai divulgar ainda sua estimativa para a área semeada com trigo de inverno no país em outubro e novembro do ano passado, referente à safra 2019/2020. Segundo os analistas, a área semeada total foi de 12,95 milhões de hectares, ante 13,15 milhões de hectares no ciclo 2018/2019.

Deixe um Comentário





Mais Notícias