Microempreendedor

Sebrae cria projeto que aumenta inclusão de pequenos produtores no mercado

O projeto é uma parceria com as prefeituras do Vale do Paraíba e pretende regularizar 28 mil empreendedores

09 de fevereiro de 2019 às 14h55
Por Canal Rural

O Sebrae criou um projeto de inclusão de pequenos produtores no mercado através de um selo de inspeção municipal. O projeto é uma parceria com as prefeituras do Vale do Paraíba e pretende regularizar 28 mil empreendedores.

Sem um certificado estadual ou federal, os produtores não podem vender os seus produtos para supermercados, restaurantes e pousadas da região, limitando-se ao comércio clandestino. O presidente da Sebrae-SP, Ivan Hussni, diz que a organização tenta, dentro da legalidade, simplificar processos burocráticos dessa regularização para o produtor. “Eu diria que é muito mais benéfico o resultado desse programa do que preocupar com burocracias”, diz. 

O projeto oferece o certificado SIM, Selo de Inspeção Municipal, que segue as mesmas regras nacionais de garantia sanitária, mas respeitando a realidade do produtor.

O projeto começou em agosto de 2018 nos municípios de Guaratinguetá e Cruzeiro, mas será ampliado para outras sete cidades da região com o objetivo de regularizar cerca de 28 mil novos empreendedores, atraindo mais visitantes para região do Vale do Paraíba.

Deixe um Comentário





Microempreendedor

Sebrae cria projeto que aumenta inclusão de pequenos produtores no mercado

O projeto é uma parceria com as prefeituras do Vale do Paraíba e pretende regularizar 28 mil empreendedores

09 de fevereiro de 2019 às 14h55
Por Canal Rural

O Sebrae criou um projeto de inclusão de pequenos produtores no mercado através de um selo de inspeção municipal. O projeto é uma parceria com as prefeituras do Vale do Paraíba e pretende regularizar 28 mil empreendedores.

Sem um certificado estadual ou federal, os produtores não podem vender os seus produtos para supermercados, restaurantes e pousadas da região, limitando-se ao comércio clandestino. O presidente da Sebrae-SP, Ivan Hussni, diz que a organização tenta, dentro da legalidade, simplificar processos burocráticos dessa regularização para o produtor. “Eu diria que é muito mais benéfico o resultado desse programa do que preocupar com burocracias”, diz. 

O projeto oferece o certificado SIM, Selo de Inspeção Municipal, que segue as mesmas regras nacionais de garantia sanitária, mas respeitando a realidade do produtor.

O projeto começou em agosto de 2018 nos municípios de Guaratinguetá e Cruzeiro, mas será ampliado para outras sete cidades da região com o objetivo de regularizar cerca de 28 mil novos empreendedores, atraindo mais visitantes para região do Vale do Paraíba.

Deixe um Comentário