Início » Notícias da Agropecuária » Agronegócio » Regularização fundiária é prioridade, afirma novo presidente do Incra

SOB NOVA DIREÇÃO

Regularização fundiária é prioridade, afirma novo presidente do Incra

Geraldo José da Câmara Ferreira de Melo Filho assume o lugar do general João Carlos de Jesus Corrêa, exonerado do cargo, nesta quinta, 17

17 de outubro de 2019 às 19h28
Por Canal Rural

Geraldo José da Câmara Ferreira de Melo Filho foi nomeado nesta quinta-feira, 17, como o novo presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Ele assume o lugar do general João Carlos de Jesus Corrêa, exonerado do cargo.

Após ser nomeado, Geraldo Melo se reuniu com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina. O novo presidente do Incra disse que seu principal desafio no comando da instituição será levar adiante o processo de regularização fundiária no país, prioridade do atual governo.

“O grande desafio é destravar esse processo e fazer com que ele seja efetivo e que a família que faz jus, ou seja, que tem direito a ser titulada, efetivamente receba [o título] e possa ser integrada na condição de pequeno ou médio produtor ao nosso meio de produção agropecuária”, afirmou.

Melo disse que, depois de tomar posse, vai avaliar o andamento das ações de regularização fundiária e dar continuidade ao trabalho que vinha sendo desenvolvido. “Vamos tomar pé de tudo e ver como estão os programas, o andamento das ações e dar continuidade ao que vinha sendo feito”, destacou. Segundo ele, “os assuntos fundiários sempre foram relevantes para a tranquilidade do setor e para dar condições efetivas de produção”.

Conforme o presidente do Incra, algumas ações foram estruturadas nestes primeiros meses de governo e agora serão agilizadas. “O governo tem uma linha de priorização na parte de regularização fundiária. Vamos fazer um levantamento da situação dos assentamentos, da qualidade no atendimento dessas famílias que estão na ponta e precisam de atendimento, mas atacar a questão da regularização fundiária, que é uma prioridade do governo”, destacou.

Melo Filho tem uma vasta experiência no setor agropecuário. “Sou de uma família que tem tradição de trabalhar com o campo e trabalho com isso praticamente desde que nasci”, contou. Melo trabalhou com cadeias agroindustriais na Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi superintendente-geral da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) no Paraná. Em agosto passado, foi nomeado para a assessoria da Casa Civil.

Nova call to action

 

6 comentários

  1. Ewerton em 17 de outubro de 2019 às 22:49

    Sou agricultor e tenho terreno de reforma agrária todos apoiamos a regularização fundiária. Chega de mentiras e roubo do mst chega de confundir trabalhadores com arrombadores. Disputas e conflitos de terras bolsonaro é nossa unica salvação. Por favor nos ajude sou de SC e precisamos dos títulos para trabalhar e yer acesso a linhas de créditos melhores.

  2. Antônio Drumond em 18 de outubro de 2019 às 12:52

    Legal! Muito bom!

  3. Dario Siegfried Loeschke em 18 de outubro de 2019 às 14:09

    Um novo Brasil nasceu junto com Jair Messias Bolsonaro. Somos a oitava economia mundial, porem somos a 130, centésima trigésima em pais hostil ao progresso e ao trabalho.

  4. Ivair Martins dos Santos Diniz em 18 de outubro de 2019 às 16:28

    Gostaria muito de contribuir com essa área tenho vasta experiência em regularização fundiária

  5. rosileneconceicaosilvasilva@gmail.com em 18 de outubro de 2019 às 19:37

    Espero que chegue em Mato Grosso assentamento que fica localizado em Gaúcha do Norte

  6. Júlio César mota Almeida dirigente em 27 de outubro de 2019 às 18:31

    boa tarde geralo melo! gostaria de saber saber se avera desapropriação de terras impeditivas para o programa de colonização e reforma agrária no país precisamos juntos fazermos essa luta sou aqui de santa Teresa de Goiás é estamos com um processo ja bem avançado e contamos com voça excelência.

Deixe um Comentário





Início » Notícias da Agropecuária » Agronegócio » Regularização fundiária é prioridade, afirma novo presidente do Incra

SOB NOVA DIREÇÃO

Regularização fundiária é prioridade, afirma novo presidente do Incra

Geraldo José da Câmara Ferreira de Melo Filho assume o lugar do general João Carlos de Jesus Corrêa, exonerado do cargo, nesta quinta, 17

17 de outubro de 2019 às 19h28
Por Canal Rural

Geraldo José da Câmara Ferreira de Melo Filho foi nomeado nesta quinta-feira, 17, como o novo presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Ele assume o lugar do general João Carlos de Jesus Corrêa, exonerado do cargo.

Após ser nomeado, Geraldo Melo se reuniu com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina. O novo presidente do Incra disse que seu principal desafio no comando da instituição será levar adiante o processo de regularização fundiária no país, prioridade do atual governo.

“O grande desafio é destravar esse processo e fazer com que ele seja efetivo e que a família que faz jus, ou seja, que tem direito a ser titulada, efetivamente receba [o título] e possa ser integrada na condição de pequeno ou médio produtor ao nosso meio de produção agropecuária”, afirmou.

Melo disse que, depois de tomar posse, vai avaliar o andamento das ações de regularização fundiária e dar continuidade ao trabalho que vinha sendo desenvolvido. “Vamos tomar pé de tudo e ver como estão os programas, o andamento das ações e dar continuidade ao que vinha sendo feito”, destacou. Segundo ele, “os assuntos fundiários sempre foram relevantes para a tranquilidade do setor e para dar condições efetivas de produção”.

Conforme o presidente do Incra, algumas ações foram estruturadas nestes primeiros meses de governo e agora serão agilizadas. “O governo tem uma linha de priorização na parte de regularização fundiária. Vamos fazer um levantamento da situação dos assentamentos, da qualidade no atendimento dessas famílias que estão na ponta e precisam de atendimento, mas atacar a questão da regularização fundiária, que é uma prioridade do governo”, destacou.

Melo Filho tem uma vasta experiência no setor agropecuário. “Sou de uma família que tem tradição de trabalhar com o campo e trabalho com isso praticamente desde que nasci”, contou. Melo trabalhou com cadeias agroindustriais na Confederação Nacional da Indústria (CNI), foi superintendente-geral da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) no Paraná. Em agosto passado, foi nomeado para a assessoria da Casa Civil.

Nova call to action

 

6 comentários

  1. Ewerton em 17 de outubro de 2019 às 22:49

    Sou agricultor e tenho terreno de reforma agrária todos apoiamos a regularização fundiária. Chega de mentiras e roubo do mst chega de confundir trabalhadores com arrombadores. Disputas e conflitos de terras bolsonaro é nossa unica salvação. Por favor nos ajude sou de SC e precisamos dos títulos para trabalhar e yer acesso a linhas de créditos melhores.

  2. Antônio Drumond em 18 de outubro de 2019 às 12:52

    Legal! Muito bom!

  3. Dario Siegfried Loeschke em 18 de outubro de 2019 às 14:09

    Um novo Brasil nasceu junto com Jair Messias Bolsonaro. Somos a oitava economia mundial, porem somos a 130, centésima trigésima em pais hostil ao progresso e ao trabalho.

  4. Ivair Martins dos Santos Diniz em 18 de outubro de 2019 às 16:28

    Gostaria muito de contribuir com essa área tenho vasta experiência em regularização fundiária

  5. rosileneconceicaosilvasilva@gmail.com em 18 de outubro de 2019 às 19:37

    Espero que chegue em Mato Grosso assentamento que fica localizado em Gaúcha do Norte

  6. Júlio César mota Almeida dirigente em 27 de outubro de 2019 às 18:31

    boa tarde geralo melo! gostaria de saber saber se avera desapropriação de terras impeditivas para o programa de colonização e reforma agrária no país precisamos juntos fazermos essa luta sou aqui de santa Teresa de Goiás é estamos com um processo ja bem avançado e contamos com voça excelência.

Deixe um Comentário





Mais Notícias

Sorry, we couldn't find any posts. Please try a different search.